Cidade

Na média, um ônibus é incendiado por dia em São Paulo

Pelo menos 22 linhas pararam de circular à noite na Zona Sul da capital

Por: Redação VEJASÃOPAULO.com - Atualizado em

Ônibus incendiado Zona Sul - 13 Janeiro
Ônibus incendiado na Zona Sul no dia 13 de janeiro (Foto: Reprodução TV Globo)

O primeiro mês de 2014 teve, até esta quarta-feira (29), um ônibus incendiado por dia em São Paulo. O último caso ocorreu nesta manhã, na estrada do M'Boi Mirim, na zona sul da capital. O telejornal SPTV transmitiu o ataque ao vivo. Na noite de terça (28), no Itaim Paulista, na Zona Leste da cidade, mas as zonas Sul e Oeste concentram o maior número de casos de depredação. Os trinta coletivos incendiados em janeiro já ultrapassam a quantidade de ataques em todo o primeiro semestre de 2013, quando 21 ônibus sofreram esse tipo de depredação. 

+ Cinco ônibus são incendiados no fim de semana

O medo de ataques já levou as empresas a tirarem pelo menos 22 linhas de circulação. Algumas fazem trajetos importantes de ligação com o centro, como Jardim João 23 - Praça Ramos de Azevedo (7545/10) e Jardim Paulo VI - Terminal Bandeira (8610/10). Coletivos que passam pelo Hospital das Clínicas e pelas estações de metrô Barra Funda e Butantã também tiveram seus itinerários interrompidos. 

A SP Trans não tem previsão de quando essas linhas voltarão a circular. O Sindicato das Empresas de Ônibus (SP Urbanuss) já fez três reuniões com a Secretaria de Segurança Pública este ano e diz que respeita a decisão dos motoristas de não circulares em algumas linhas por se sentirem ameaçados.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO