Roteiro

Lugares para comer barato perto da Pinacoteca

Dez sugestões de restaurantes e lanchonetes na região para matar a fome sem gastar uma fortuna

Por: Redação VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

 Arais do Carlinhos - Comidinhas
Arais do Carlinhos: lanches no Bom Retiro (Foto: Fernando Moraes)

A cidade de São Paulo possui um leque muito rico de museus e centros culturais. Nomes importantes do mundo das artes já fizeram escala aqui. E por que não incluir no seu roteiro cultural um bom restaurante?

Veja dez endereços, entre restaurantes e cafés, para matar a fome nos arredores da Pinacoteca:

+ Roteiro completo: onde comer quando você for ao teatro, cinema ou exposição

 

  • A Casa das Ostras

    Rua da Cantareira, 306, Sé

    Tel: (11) 3313 4824

    2 avaliações
  • Sanduíches

    Arais do Carlinhos

    Rua Correia de Melo, 103, Bom Retiro

    Tel: (11) 4323 2290

    VejaSP
    8 avaliações

    Comandada pelos filhos do fundador do Carlinhos Restaurante, no Pari, a casa tem o arais como especialidade. Criação do armênio Missak Yaroussalian, o Carlinhos, o lanche achatado surgiu como um pão sírio preenchido por carne de cafta e depois grelhado. O sucesso da receita inspirou outros recheios, caso da versão de carne com queijo mussarela derretido (R$ 16,90). Se enrolado no formato de um cone, o sanduíche pode receber linguiça de cordeiro, homus, cebola e tomate (R$ 23,90). De acompanhamento, há batata frita e tabule (R$ 8,40 cada um) bastante condimentado (às vezes, até salgado demais).

     

    Preços checados em 21 de janeiro de 2015.

    Saiba mais
  • Sanduíches

    Bar do Mané

    Rua da Cantareira, 306, Centro

    Tel: (11) 3228 2141

    VejaSP
    2 avaliações

    Orgulha-se tanto da idade da banca, aberta em 1933, quanto dos anos de casa dos seus funcionários: no site da marca há um perfil de cada um dos atendentes, incluindo a informação de quando começaram dar expediente por lá. Todos sabem o cardápio de cor até de trás para frente. O lanche famoso que atrai turistas diariamente ao Mercadão leva cerca de 300 gramas de mortadela da marca Ceratti e custa R$ 17,00. É tanto embutido que fica difícil de segurar com as mãos e morder! Mas há quem não ligue para o excesso e goste ainda de acrescentar mais ingredientes, como queijo prato, alface e tomate. Nesse caso, o preço sobe para R$ 20,00. Além das pedidas feitas na chapa, há salgados que repousam na estufa, como empada de palmito (R$ 5,00) e bolinho de bacalhau (R$ 8,00).

    Preços checados em 15 de julho de 2015.

    Saiba mais
  • Padarias

    Bellapan

    Rua Prates, 547, Bom Retiro

    Tel: (11) 3227 1694

    2 avaliações

    Na padaria da coreana Serafina Ahn, no Bom Retiro, os quitutes de inspiração oriental são as estrelas. Adaptado ao paladar dos brasileiros, o pão de café vem recheado de requeijão. Mais tradicional, o bolinho frito à base de arroz é preenchido por feijão-azuqui. Guloseimas mais comuns por aqui, caso do bolo folhado de chantili e morangos, compõem a vitrine de doces. Para beber, serve chá de gengibre, entre outras variedades.

    Saiba mais
  • Salgados

    Casa Búlgara - Bom Retiro

    Rua Silva Pinto, 356, Bom Retiro

    Tel: (11) 3222 9849

    VejaSP
    1 avaliação

    Imune ao tempo, preserva o hábito de não aceitar cartões e de anotar os pedidos a caneta em um pedaço de papel. A especialidade ali atende pelo nome de bureka, uma espécie de rosquinha de massa folhada típica do Leste Europeu. Nas mãos de Lina Levi e Shoshana Baruch, mãe e filha, ela ganha versões como queijo búlgaro feito ali mesmo, carne com berinjela, frango e batata, uma das melhores. Qualquer uma delas é vendida por R$ 7,40. Há também recheios doces, como chocolate (R$ 8,50), bem como uma saborosa torta de ricota (R$ 7,40).

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Doceria Burikita

    Rua Três Rios, 138, Bom Retiro

    Tel: (11) 3227 2654

    2 avaliações

    Os pais do iugoslavo David Ben Avram, atual proprietário, começaram esta simples doceria há mais de três décadas. Das guloseimas expostas na vitrine, fique com o folhado de maçã e a boa tortinha de damasco. O quitute que dá nome à casa, porém, não leva açúcar em sua composição. Tratase de um salgado tradicional do Leste Europeu, feito com massa folhada. Assada em pequenas fornadas, a delicada burikita pode ganhar recheio de palmito, espinafre, batata ou queijo.

    Saiba mais
  • Salgados

    Effendi

    Rua Dom Antônio De Melo, 77, Luz

    Tel: (11) 3228 0295 ou (11) 2386 0577

    3 avaliações

    A especialidade desse endereço bem simples são as esfihas assadas na hora. Montada na massa fina, a aberta de queijo é enriquecida por bastrmá, carne bovina curada típica da Armênia. A fechada de espinafre lembra a forma de uma bala, com as pontas torcidas.

    Saiba mais
  • Cafés

    Flor Café

    Largo General Osório, 86, Santa Efigênia

    Tel: (11) 3362 0088 ou (11) 3313 1583

    1 avaliação
  • Cafés

    Fresh Cake Factory

    Rua Prates, 585, Bom Retiro

    4 avaliações
  • Pastelarias

    Hocca Bar

    Rua da Cantareira, 306, Centro

    Tel: (11) 3227 6938

    VejaSP
    9 avaliações

    O pastel de bacalhau mais famoso do Mercado Municipal pode ser provado nas três unidades da rede que existem ali. Filho do fundador e à frente da administração, Horácio Gabriel garante que sua mãe, a imigrante portuguesa Maria de Deus Ferreira, criou a receita farta em recheio há mais de quarenta anos. A massa frita preenchida por 200 gramas do pescado custa R$ 19,50. Outras versões igualmente grandes são camarão (R$ 21,75) e picanha triturada (R$ 16,25). Pratos mais, digamos, consistentes só podem ser provados na filial instalada dentro do Mooca Plaza Shopping. Com capacidade para 500 pessoas, o amplo salão exibe um painel do Mercadão em uma das paredes. Acomode-se ali para provar a costelinha suína ao molho barbecue (R$ 59,75) ao lado de um chope Heineken (R$ 9,50).

    Preços checados em 10 de junho de 2015.

    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO