roteiro

Onde comer doces com paçoca

Em alta, a guloseima feita com amendoim está presente em receitas de restaurantes e de casas de comidinhas

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

A paçoca, tradicional doce brasileiro feito à base de amendoim, não faz sucesso apenas em épocas de festas juninas. Já virou ingrediente de bolos, sorvetes e outras sobremesas. Com o lançamento da Paçoquita Cremosa no começo de julho, o quitute ganhou evidência ainda maior.

Em alguns endereços, como no restaurante Micaela, a receita é de produção própria e feita de forma diferente, com castanha-do-pará, por exemplo. Os lugares que utilizam as paçoquinhas de rolha, famosas em botecos e supermercados, também têm boas opções. Na Vapor Burger & Beer, o milk-shake leva duas unidades do doce.

 

Veja abaixo sete lugares para provar doces feitos com paçoca:

Bravin: o restaurante localizado na Consolação trabalha com a marca de sorvetes Sallini no sabor paçoca. Servidas numa taça, as duas bolas grandes custam R$ 9,00 no almoço e R$ 16,00 no jantar.

Brigadeiro Doceria & Café:  uma das receitas da doceira Bia Forte dos docinhos enrolados leva a paçoquinha como protagonista. Na versão tradicional custa R$ 3,90. Há também a opção de comprar o potinho para comer de colher, por R$ 5,90. Veja aqui como preparar o brigadeiro. 

Bolo à Toa:  a marca trabalha com vinte sabores fixos mais as opções sazonais. Há cerca de três meses, o bolo de paçoca - feito com paçoquinha de rolha - passou da lista dos temporários para a definitiva por causa do número de pedidos. Por R$ 25,00, a receita é preparada todos os dias. Para garantir, recomenda-se reservar com antecedência.   

Brado:  a sobremesa chamada de tarta d'amor (R$ 18,00) é uma tortinha recheada de brigadeiro e pipocas banhadas em chocolate que acompanha um sorvete de paçoca feito no restaurante mais farofa do doce de amendoim.

Los Paleteros: a rede de paletas mexicanas, que tem mais de 40 unidades no país, faz o picolé gigante feito com pasta de amendoim e pedaços de paçoca. Cada gelado custa R$ 8,00 e não contém glúten.   

Micaela:  a crema catalã ou creme brûlé da casa (R$ 20,00) tem base de leite, gemas e baunilha. No topo, uma paçoca feita com castanha-do-pará completa a sobremesa.

Sottovento:  as carolinas, que normalmente são recheadas com doce de leite, levam sorvete de paçoca dentro da massa no restaurante italiano. A sobremesa custa R$ 22,00 e tem calda de chocolate para finalizar.  

Vapor Burger & Beer:  para acompanhar um dos dez hambúrgueres da casa ou até mesmo como sobremesa, o milk-shake de paçoca é servido em um copo de 400 mililitros e custa R$ 19,00. No preparo são utilizados sorvete da baunilha, leite e duas paçoquinhas de rolha.

Fonte: VEJA SÃO PAULO