UFC

Onde andam os praticantes de luta em SP

Saiba os points onde eles assistem as disputas, comem após as aulas e compram suplementos alimentares

Por: Marcus Oliveira

UFC
A Bodytech oferece aulas de MMA e reúne muitos adeptos do esporte (Foto: Reprodução)

O MMA está em alta na cidade. Além de várias academias que incrementaram suas grades de aulas com o esporte, outros espaços se dedicam a investir cada vez mais na prática das artes marciais mistas.

Com isso, aumenta a procura de adeptos e, claro, esses alunos querem chegar cada vez mais próximos da rotina dos grandes atletas. Sendo assim, estabelecimentos que servem comida saudável, casas de suco, lojas de suplementos alimentares, além de baladas e bares reúnem os amantes da luta.

Saiba os locais onde é possível encontrar os praticantes de lutas na cidade:

Onde assistem às lutas

O professor de MMA Julio Mariano, faixa preta de jiu-jitsu, dá aulas na academia Reebok e curte ver UFC com os companheiros de luta. “A sede Godói jiu-jitsu, no Brooklin, oferece encontros para quem quer assistir na TV ao lado de quem entende do assunto. A academia Needs, em Moema, onde as equipes de Demian Maia e Daniel Sarafian treinam, também oferecem telão e alimentação nos dias que seus atletas vão lutar”, diz. Já a jornalista Fabiana Mello, especializada no assunto e que treina artes marciais há 15 anos, costuma se reunir com amigos em casa e assistir concentrada. “Ficamos comendo e comentando as lutas, tomando um suco ou uma cervejinha, no máximo”, conta.

Onde comer

Para matar a fome após lutar, as próprias academias da cidade oferecem opções saudáveis. A badalada Bodytech, no Shopping Eldorado, promove aulas de MMA às terças e quintas. Para quem praticar e quiser fazer uma boquinha, o local possui espaços para uma refeição rápida, um balcão onde oferecem sucos, lanches, e o restaurante que funciona no horário do almoço, com saladas, pratos naturais com peixe, frango e várias opções de frutas.

O bistrô Le Manjue, que tem comida orgânica e vegetariana, também reúne “gente bonita e que treina”, segundo Fabiana Mello.

Na Ecofit, em Pinheiros, a cada dia da semana há um suco especial e, às sextas, o público das artes marciais costuma tomar um açaí. A Runner também oferece aulas de luta na agenda. Quando bate a fome a dica por lá é um pão de queijo orgânico, acompanhado de algum suco natural e o bolo de iogurte super saudável de sobremesa.

Onde beber

Outros points que reunem os aficionados das artes marciais são as casas de sucos e restaurantes de comida natural, como a Bolado's Sucos, nos Jardins e no Itaim, o Pé no Parque, próximo ao Parque do Ibirapuera, o Casa da Praia, na Vila Mariana e o Desfrutti, também no Jardins. Para os fãs de açaí, a Frutaria São Paulo oferece muitas variedades do creme e de quebra um telão com as lutas.

Noite

Para dançar, o sertanejo também é moda entre os lutadores. Um dos novos picos do momento é a Brooks, na Chácara Santo Antônio. Nas noites de terça, a programação costuma ser a mais badalada. Ainda na hora de curtir a noite, casas como Clash, The Edge e a The Week, reúnem muitas turmas de academia. Quem quer estender a noite, o Bar Blá realiza alguns encontros para assistir UFC, quando há o evento.

Compras

Para quem precisa comprar equipamentos para luta, a Decathlon é uma boa pedida. A rede oferece toda linha de produtos: de luvas, a sacos e kimonos. Uma das mais badaladas pelos lutadores é a Dragão Kimonos, na Alameda Maracatins, uma das mais antigas da cidade.

Normalmente, quem pratica alguma luta e quer potencializar o treino, opta pelo uso de suplementos alimentares. Para esses adeptos, a Nutryou, no Itaim, é um dos endereços mais procurados. O espaço, além de vender os produtos, conta com funcionários especializados que indicam quais os potencializadores ideais para o objetivo de cada aluno.

Fonte: VEJA SÃO PAULO