Política

Moro condena Marcelo Odebrecht a 19 anos de prisão

Executivo da maior construtora do país está preso preventivamente desde junho do ano passado e pode recorrer da decisão

Por: Estadão Conteúdo

marcelo-odebrecht
Marcelo Odebrech está preso desde junho de 2015  (Foto: Wagner Rosário)

O juiz Sérgio Moro, que conduz os processos da Operação Lava Jato em primeira instância, condenou nesta terça-feira (8), o empresário Marcelo Odebrecht a 19 anos e 4 meses de prisão por corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

Segundo Moro, da Justiça Federal em Curitiba, "a prática do crime corrupção envolveu o pagamento de 108 809 565 reais e 35 milhões de dólares aos agentes da Petrobras, um valor muito expressivo".

O magistrado afirmou que "um único crime de corrupção envolveu pagamento de cerca de 46 757 500 reais em propinas".

+ Símbolo paulistano, Teatro Municipal enfrenta crise

Marcelo Odebrecht está preso preventivamente desde junho do ano passado e pode recorrer da decisão. 

Ele estava em sua casa em São Paulo quando os policiais chegaram, no dia 19 de junho de 2015. Ele representa a terceira geração da família que comanda a construtora. O executivo foi acusado de ser um dos líderes do cartel de empresas que participavam do esquema de corrupção da Petrobras.

O empresário foi citado pelo ex-diretor da estatal, Paulo Roberto Costa, em depoimento à Justiça, onde afirmou ter recebido dinheiro da Odebrecht. 

+ Confira as últimas notícias

Fonte: VEJA SÃO PAULO