TRANSPORTE

Obras da linha 4 do Metrô serão retomadas só em 2016, diz secretário

Conclusão do ramal que liga as estações Luz e Vila Sônia deve ocorrer em 2018

Por: Veja São Paulo

Metrô Paulista - Linha 4
Estação Paulista da Linha 4 - Amarela (Foto: Mário Rodrigues)

O secretário de Transportes Metropolitanos de São Paulo, Clodoaldo Pelissioni, disse que as obras nas estações da linha 4 - Amarela só devem começar novamente a partir do ano que vem. "Estamos concluindo a valoração, o orçamento e pretendemos, entre o final de agosto e começo de setembro, entregar todos os itens: os orçamentos, o quantitativo e o edital já em inglês para o Banco Mundial", disse o secretário nesta terça-feira (18). 

+ Idoso morre após ser atropelado por ciclista em pista sob o Minhocão

+ "Pilastra impediu que eu o visse", diz ciclista que atropelou idoso

O antigo contrato para construção das quatro estações - Higienópolis/Mackenzie, Oscar Freire, São Paulo/Morumbi e Vila Sônia foi cancelado por causa do atraso nas obras. A nova licitação deve ocorrer somente em setembro. O início da operação do novo trecho deve ser entregue apenas a partir de 2017 - o ramal começou a ser construído em 2004. 

A estação Higienópolis/Mackenzie está com 60% das obras prontas, mas ainda precisa de mais 12 meses para ficar pronta. No caso da Estação Oscar Freire, há 40% de conclusão dos serviços, e os trabalhos devem durar 15 meses.

Já as Estações São Paulo/Morumbi e Vila Sônia são as mais críticas. No caso da primeira, os serviços não terminam em menos de 18 meses. Na Vila Sônia, as obras só devem ser entregues dois anos após a assinatura dos novos contratos. O cronograma prevê entrega em 2018.

+ Prefeitura estuda fechar a Paulista aos domingos a partir do dia 30

A atual rodada de atrasos da Linha 4 começou em novembro de 2014 quando parte dos trabalhos chegou a parar e estado e consórcio entraram em conflito. O Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD) chegou a ampliar a linha de crédito em mais R$ 20 milhões.

PRAZOS E ATRASOS NA LINHA 4-AMARELA

Licitação: Nesta fase, iniciada em 2001, o Metrô fala em entrega da primeira fase da obra (seis estações) em 2006. As outras cinco estações ficariam para 2009. A linha ligará a Luz à Vila Sônia.

Primeiro adiamento: Em 2003, Tribunal de Contas da União suspende a licitação temporariamente e o prazo de entrega da primeira fase fica para 2007.

Acidente: Em janeiro de 2007, uma cratera se abre durante obras da estação Pinheiros. Metrô diz que a linha sairia até o final de 2008. Muda novamente o prazo por duas vezes: final de 2009 e início de 2010.

Primeiras estações: Em maio de 2010, duas estações (Faria Lima e Paulista) são abertas. Em 2011, são abertas as estações Butantã, Pinheiros, República e Luz. O restante fica previsto para 2014.

Novo adiamento: Apenas a estação Fradique Coutinho é entregue. E as demais (Higienópolis Mackenzie, Oscar Freire, Vila Sônia e Morumbi) ficam para 2016.

Quebra de contrato: Em agosto deste ano, governo do estado rompe contrato com consórcio que constrói a linha. Novo adiamento prevê entrega agora para 2018.  

 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO