Saúde

Doze bananas de uma vez

Os três irmãos que caem na piscina para queimar o excesso acumulado

Por: Mariana Barros

Irmãos Bittencourt - Capa 2329 - Obesidade Infantil
Os irmãos Leonardo, Nicolas e Alexandre: altas taxas de colesterol e casos de diabetes na família (Foto: Mario Rodrigues)

A enfermeira Kely Bitencourt passa boa parte do seu dia tentando controlar o acesso dos três filhos ao espaço mais disputado da casa: a despensa. Seu caçula, Nicolas, 6 (ao centro), entra na ponta dos pés para comer escondido da mãe. É capaz de acabar com uma dúzia de bananas de uma só vez. Fora de casa, é ainda pior. “Chora e diz às pessoas que eu o estou matando de fome, é terrível”, diz Kely, que tem por que se preocupar. Seus três filhos, Alexandre, 13 (à dir.), Leonardo, 10 (à esq.), e o pequeno Nicolas, têm taxas altas de colesterol. Além disso, a família coleciona um histórico da diabetes — o pai dos meninos foi diagnosticado com a doença há dois meses. Goiabada, doce de leite e refrigerante, que eram ingeridos quase diariamente, agora estão vetados na casa. De segunda a sexta a turma cai na piscina para queimar o excesso acumulado e tentar melhorar a saúde.

+ Os desafios dos jovens para entrar em forma

Fonte: VEJA SÃO PAULO