Roteiro

O que fazer nesta sexta (23): crianças

Por: - Atualizado em

Playcenter
Energia na Veia: sucessos dos anos 70 aos 90 temperam balada no Playcenter (Foto: Reprodução/Site oficial)

O que fazer com os pequenos nesta sexta-feira (23): 

  • Parques de diversão

    Playcenter

    Rua José Gomes Falcão, 20, Parque Industrial Tomas Edson

    Sem avaliação
  • Logo ao lado da árvore de Natal do Parque do Ibirapuera está instalado um rinque de patinação com 375 metros quadrados, no qual a meninada maior de 5 anos pode patinar à vontade e de graça — quem é menorzinho brinca nos trenós. Todos recebem touca, meias e luvas descartáveis para colocar por baixo do capacete, das joelheiras e das cotoveleiras. Cada rodada dura vinte minutos. Menores de 14 anos só podem participar com a presença dos responsáveis e os interessados devem apresentar documento com foto. Nos fins de semana, o público poderá conferir apresentações de patinação artística inspiradas na história do Natal. Até 23/12/2012.
    Saiba mais
  • Desde o último dia 18, há mais um bom motivo para visitar o Catavento Cultural e Educacional, um dos passeios mais bacanas da cidade, que reúne mais de 250 atrações sobre ciências. A instituição, localizada na região central, inaugurou um borboletário, instalado na área externa do terreno de mais de 8 000 metros quadrados. Em formato de geodésica, a estrutura possui 13 metros de diâmetro e 10 metros de altura. No espaço climatizado, com um jardim formado por vinte variedades de planta, a criançada pode ver de pertinho duas espécies de borboleta: a Caligo illioneus, conhecida como olho-de-coruja, e a Dryas iulia, chamada popularmente de júlia, menor e de cor alaranjada. O público, porém, não é estimulado a tocar os animais. Para entrar ali, deve-se retirar uma senha ao lado da bilheteria, logo na entrada. A visita está inclusa no preço do ingresso. No horário marcado, um monitor recebe os grupos, de no máximo vinte pessoas, e explica durante quinze minutos quais são os hábitos das borboletas, a importância dos bichinhos para o meio ambiente e as fases de seu desenvolvimento. Você sabia, aliás, que esses belos insetos vivem por apenas um mês e têm hábitos diurnos?
    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO