Passeios

O que acontece neste sábado (11): shows

Três apresentações dos mais diferentes estilos acontecem na cidade

Por: Redação VEJA SÃO PAULO on-line

Transamérica Rock Show - Pitty
A cantora baiana Pitty (Foto: Raquel Espirito Santo)

+ O que fazer neste sábado (11)

  • Depois de celebrar vinte anos de carreira, Jorge Vercillo mostra as faixas de seu novo trabalho, Vida É Arte, seu décimo álbum de estúdio. Pra Valer e a regravação de Pode Ser estão entre as músicas no setlist. Ele também garante Fênix, Ela Une Todas as Coisas e Líder dos Templários. Dia 4/11/2016.
    Saiba mais
  • Mesmo para artistas há décadas na estrada, entrar no palco sem a companhia de uma banda, apenas com o violão e o gogó como ferramentas, é desafiador. Nando Reis é franco sobre o nervosismo de estar pela primeira vez “praticamente nu” em frente à plateia logo na abertura do disco Voz e Violão — No Recreio — Volume 1. Gravado em abril do ano passado, o trabalho faz um apanhado das suas principais composições, desde Diariamente, famosa na voz de Marisa Monte, e Os Cegos do Castelo, ainda de sua época nos Titãs, até Lamento Realengo, inspirada na chacina em uma escola no Rio de Janeiro, em 2011. Com um roteiro romântico e mais informal (que permite alguns esquecimentos de letra, por exemplo), Nando pode aproveitar o momento para comentar a história por trás de algumas músicas. Estão garantidas Luz dos Olhos, All Star e Relicário, todas levadas ao público por uma das grandes parcerias musicais do cantor, Cássia Eller. Dias 14 e 15/10/2016.
    Saiba mais
  • Foram cinco anos desde Chiaroscuro, a última empreitada roqueira de Pitty, e três desde o esforço folk-acústico do projeto Agridoce até que a cantora resolvesse voltar às guitarras em um disco de estúdio. Mais madura, ela reuniu o parceiro de Agridoce Martin Mendonça (guitarra), Duda Machado (bateria) e o substituto do baixista Joe Gomes, Guilherme Almeida, em Setevidas. Mais amargo e distante dos anseios adolescentes que marcaram sua carreira até aqui, o trabalho será mostrado pela primeira vez na cidade. Os arranjos agressivos acompanham letras sobre morte e dor. O repertório inclui as novas Pouco, Deixa Ela Entrar, Pequena Morte e a faixa-título. Dia 4/7/2015.
    Saiba mais
  • Logo no álbum de estreia, Feito pra Acabar, de 2010, o paulistano conquistou seu lugar ao sol. Multi-instrumentista, alcançou a sua consagração em 2013, com o segundo trabalho, De Graça, produzido por Kassin e Adriano Cintra. Bem amarrado, esse show percorre as treze músicas do CD. Os bons momentos vêm com a hipnótica faixa-título, a balada O Melhor da Vida, e a bonitinha Julieta. Dia 26/5/2016.
    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO