Passeios

O que acontece nesta terça (1º): baladas

Confira algumas festas para agitar o feriado

Por: Redação VEJINHA.COM - Atualizado em

Balada no Clube Royal
Balada no Clube Royal (Foto: bia parreiras)

+ O que fazer nesta terça (1º)

  • Rock

    Inferno

    Rua Augusta, 501, Consolação

    Tel: (11) 3120 4140

    6 avaliações

    Não se assuste quando alguém disser que está indo para o Inferno. Bandas nacionais e gringas, dos mais variados gêneros e quase sempre desconhecidas do grande público, fazem tremer o chão desse espaço na Rua Augusta. Os convidados mandam ver principalmente em hard rock, heavy metal, rockabilly, hip-hop ou ska. Sem muitas firulas, o ambiente tem como marca registrada um letreiro em neon vermelho com o nome da casa. Há ainda sofás no térreo e um mezanino para quem quiser ver o show do alto.

    Saiba mais
  • Bares variados

    Alberta #3

    Avenida São Luís, 272, República

    Tel: (11) 3214 5256

    6 avaliações

    Quando foi inaugurado, em 2010, o bar-balada dedicado aos roqueiros Alberta #3 chamou atenção por sair do circuito da Rua Augusta e movimentar a Avenida São Luís. Neste ano, a casa precisou se adequar a normas da prefeitura e fechou para reforma. Sete meses mais tarde, acaba de voltar com programação intensa. Seu espaço continua praticamente igual: no térreo e no primeiro andar, há mesinhas e sofás aconchegantes para bater papo e paquerar. Na pista do subsolo, a turma se descabela em festanças. 

    Saiba mais
  • Black music

    Royal

    Rua Quatá, 460, Vila Olímpia

    Tel: (11) 3044 5969

    Sem avaliação

    Em seu antigo endereço, uma galeria no centro ocupada durante sete anos, a boate Royal lotava de famosos e jovens fãs de black music e house. Em maio de 2013, a casa do empresário Marcus Buaiz se mudou para um espaço na Vila Olímpia onde antes funcionava o clube Eleven, como dobro da capacidade anterior. O objetivo, assim, era acabar com as longas filas na porta e o aperto do salão. Desde a reinauguração, entretanto, a balada vive cheia — o que não se mostra exatamente um problema para os festeiros que curtem ferveção. Com uma aparelhagem de som potente, a pista enfeitada de lustres de cristal possui um palco adornado com uma grande cortina vermelha, onde rolam shows toda semana, e é cercada por camarotes (para dez pessoas, com garçonete particular). O fumódromo é uma atração à parte. Localizado no 2º andar, destaca-se por ser espaçoso e ter vista para a rua.

    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO