Teatro

Grupo 3 faz mostra de repertório a preços populares

A Serpente, O Continente Negro e O Amor e Outros Estranhos Rumores são três histórias de amor

Por: Milena Emilião

O Amor e Outros Estranhos Rumores 02
Rodolfo Vaz, Débora Falabella e Maurício de Barros: a peça O Amor e Outros Estranhos Rumores (Foto: Rodrigo Hypolitho)

Dirigido por Yara de Novaes, o Grupo 3 de Teatro comemora oito anos com uma mostra de repertório. A partir de terça (3) serão encenadas três peças no Teatro Sérgio Cardoso.

A Serpente (60min, 14 anos), drama de Nelson Rodrigues, tem vez às terças e quartas, às 21h. O Continente Negro (70min, 12 anos), drama do chileno Marco Antônio de La Parra dirigido por Aderbal Freire-Filho, toma o palco às quintas e sextas no mesmo horário. A comédia O Amor e Outros Estranhos Rumores (90min, 12 anos), de Murilo Rubião (2010), faz sessões aos sábados, às 21h, e aos domingos, às18h.

A companhia é formada pelos atores Débora Falabella, Rodolfo Vaz, Débora Gomez, Alexandre Cioletti, Maurício de Barros e Priscila Jorge. Confira as peças abaixo:

  • Parte da mostra de repertório dos mineiros do Grupo 3 de Teatro, o espetáculo é baseado na obra de Nelson Rodrigues. Em um único ato, o dramaturgo carioca cria um drama familiar sobre duas irmãs (Débora Falabella e Débora Gomez) que se casam no mesmo dia e dividem um mesmo apartamento em Copacabana com os maridos. Um ano depois do casamento, Lígia é praticamente virgem. Infeliz, expulsa o marido de casa e diz para a irmã Guida que está pensando em morrer. Surge então uma proposta quase absurda: Guida sugere que a irmã passe uma noite com seu marido. A partir de 3/9/2013. Até 6/10/2013. 
    Saiba mais
  • Dirigida por Aderbal Freire-Filho, a adaptação do drama do chileno Marco Antônio de La Parra traz um afado trio de atores. Yara de Novaes, Débora Falabella e Rodolfo Vaz interpretam mais de uma dezena de tipos aparentemente sem relação entre si, como o marido adúltero e a aluna apaixonada pelo professor. Eles têm em comum o desejo de viajar para a África. A montagem integra a mostra de repertório do Grupo 3 de Teatro, que ainda apresenta A Serpente e O Amor e outros Estranhos Rumores. Estreou em 4/5/2007. Até 4/10/2013.
    Saiba mais
  • Adaptação de Silvia Gomez para contos de Murilo Rubião (1916-1991). Pouco reverenciado, o escritor mineiro, pioneiro do realismo fantástico brasileiro, é o maior atrativo do espetáculo dirigido por Yara de Novaes. Com base em três de seus contos - Memórias do Contabilista Pedro Inácio, Os Três Nomes de Godofredo e Bárbara -, a montagem apresenta histórias que trazem à tona questões extraordinárias sobre amor e solidão. O uniforme elenco - formado por Débora Falabella, Rodolfo Vaz, Maurício de Barros e Priscila Jorge - tem boas chances de demonstrar versatilidade. Mas o ritmo um tanto arrastado e a adaptação nem sempre eficiente tiram o fôlego da peça. Destaca-se o último episódio, Bárbara, em que o universo inusitado de Rubião finalmente ganha uma leitura de empatia com a plateia. Estreou em 16/10/2010. Reestreia prometida para 7/9/2013. Até 6/10/2013.
    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO