Trânsito

Número de radares em São Paulo vai crescer 40% a partir de abril

A cidade contará com 843 equipamentos até o final deste ano; aparelhos antigos também serão substituídos

Por: Redação VEJASAOPAULO.COM

Radar fixo - 2232
Quatro empresas serão responsáveis pela instalação dos equipamentos (Foto: Mario Rodrigues)

Com 843 equipamentos, o número de radares em São Paulo terá um crescimento de 40% até o final deste ano. A instalação dos novos 242 aparelhos começa em abril.

+ Radar campeão de multa na cidade flagra um motorista a cada 4 minutos

Todos os 601 radares atuais serão substituídos por modelos mais modernos, capazes de registrar infrações como excesso de velocidade, desrespeito ao rodízio e invasão às faixas e aos corredores de ônibus.

+ Multas por trafegar em faixa exclusiva de ônibus sobem 25% no semestre

Parte dos aparelhos também identificará veículos em situação irregular, que estão sem licenciamento ou sob suspeita de furto ou roubo.

Em nota, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informou que a licitação para a compra de radares custou 530 milhões de reais e que os contratos com as quatro empresas vencedoras foram assinados no dia 21 deste mês.

Cada empresa será responsável por um lote. "A proposta é ampliar a fiscalização de trânsito para toda a cidade, inclusive para regiões mais distantes do centro com altos índices de infrações e acidentes, além de intensificar a fiscalização nos corredores de ônibus e coibir a invasão dos corredores exclusivos", informa a CET.

Fonte: VEJA SÃO PAULO