Transporte público

Aumento da tarifa de ônibus será menor que 3,40 reais

Prefeito afirma que valor será comparável à inflação acumulada nos últimos dois anos e meio

Por: Redação Veja São Paulo - Atualizado em

Avaliamos dez linhas de ônibus
O reajuste estava programado para o início do ano, mas o governo federal pediu o adiamento (Foto: Veja São Paulo)

O prefeito Fernando Haddad (PT) afirmou nesta terça-feira (21) que o reajuste da tarifa de ônibus na capital será menor que 3,40 reais. Atualmente, a passagem custa três reais. O valor é o mesmo para ônibus e metrô. Prefeitura e governo do estado estão "alinhados", segundo Haddad, nesta questão.

O aumento da tarifa deveria ter sido feito no início do ano, mas o governo federal pediu o adiamento, para controlar a inflação, e foi atendido. Desde o último reajuste, há dois anos e meio, o acumulado está em 15%.

Caso a Prefeitura decididsse usar a inflação como parâmetro, a passagem chegaria a 3,44 reais. Mas, segundo o prefeito, a tarifa será ainda menor. "Determinei que fizéssemos um esforço adicional para dar o menor reajuste possível para o ano, ainda que tenhamos dois anos e meio de inflação acumulada."

Haddad tem até o fim desta semana para enviar o novo valor da passagem à Camara de Vereadores, que deverá aprovar a tarifa.  O reajuste começará a valer no dia 1º de junho.

Fonte: VEJA SÃO PAULO