Cinema

"Qual Seu Número?" apresenta um casal bastante improvável

Roteiro de nova comédia romântica é simpático e divertido. No fim, só resta à plateia torcer pela união dos personagens

Por: Miguel Barbieri Jr.

Cena de "Qual Seu Número?"-2239
Os personagens Ally e Colin: em missão para encontrar um ex-namorado dela (Foto: Divulgação)

Anna Faris, estrela de “A Casa das Coelhinhas”, é mais conhecida por sua veia humorística do que por sua aparência tão comum. Chris Evans, bonitão de olhos azuis, coleciona fãs por seu corpão sarado, exibido nos filmes “Quarteto Fantástico”, “Heróis” e no recente “Capitão América”. Portanto, uma das boas surpresas da comédia romântica “Qual Seu Número?” vem justamente do encontro desses dois atores.

À primeira vista, eles não foram mesmo feitos um para o outro, mas, diante de um roteiro simpático e divertido, só resta à plateia torcer pela união de seus personagens. Na trama, Anna interpreta Ally, uma extrovertida trintona de Boston, sempre à procura da cara-metade. Após ser demitida de uma empresa de marketing, a moça lê um artigo capaz de mudar seu destino. Nele, há uma afirmação reveladora: a mulher que já transou com vinte homens perdeu a chance de ter seu príncipe encantado.

+ Veja os melhores filmes em cartaz

+ Os filmes em cartaz; salas e horários

+ O que fazer neste fim de semana

Ally atingiu recentemente a cota e, afoita para encontrar um futuro marido, resolve ir atrás de ex-parceiros de cama. Colin, seu mulherengo vizinho, resolve ajudá-la na empreitada. Músico metido a investigador, ele vai querer algo em troca — Ally deverá socorrê-lo quando alguma paquerinha pegar demais no seu pé. Por se tratar da junção do humor com o amor, durante a missão, claro, haverá faíscas e atração entre os protagonistas.

Assim como no novo “Amizade Colorida”, o sexo ganha tratamento natural, e, não raras vezes, Evans (atenção, meninas!) aparece seminu. A fórmula aqui funciona adequadamente: uma primeira parte dedicada aos risos certeiros (muito por causa do timing cômico e das caras e bocas de Anna) e a segunda voltada ao romantismo, campo dominado por um dos galãs do momento.

Fonte: VEJA SÃO PAULO