Crise hídrica

Nível do Cantareira volta a cair neste domingo

Sistema opera com 7,3% de sua capacidade. Guarapiranga, Alto Cotia e Rio Grande registram aumento

Por: VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

Guarapiranga
Sistema Guarapiranga subiu 1,4 ponto porcentual, com nível em 34,8% (Foto: Filipe Schmid/Sigmapress/Folhapress)

As pancadas de chuva que atingiram São Paulo nos últimos dias ainda não foram suficientes para melhorar o nível do Cantareira. O sistema  voltou a cair 0,1 ponto porcentual neste domingo (14), após ficar estável na quinta-feira (11). O reservatório opera com 7,3% da capacidade. O cálculo leva em conta os 105 bilhões de litros da segunda cota do volume morto.

+ Aplicativos ajudam a reduzir gastos no dia a dia

O nível do Alto Tietê, que atende 4,5 milhões de pessoas, também caiu, passando de 4,2% para 4,1% de sua capacidade, segundo a Sabesp. No balanço divulgado diariamente pela companhia, o sistema aparece sem indicação da quantidade de chuva e da capacidade do reservatório. Outro que caiu foi o reservatório Rio Claro, que está com 25,9% ante 26,6% registrado no sábado.

+ Doze dicas para economizar água na cozinha

O Sistema Guarapiranga, que atende 4,9 milhões na capital e Grande São Paulo, subiu 1,4 ponto porcentual. Neste domingo, o manancial está com 34,8% da sua capacidade, enquanto no sábado registrava 33,4%. Esse é o quinto dia consecutivo com aumento no volume de água do reservatório.

Alto Cotia e Rio Grande registraram aumentos de 0,7 e 0,3 ponto porcentual, respectivamente, e estão com 30,3% e 64,3% do volume armazenado de água. Juntos, os reservatórios abastecem cerca de 1,6 milhão de pessoas.

Fonte: VEJA SÃO PAULO