Crise hídrica

Nível do Cantareira fica estável em 20,2% pelo 2º dia

Nas últimas 24 horas, o manancial recebeu 0,1 milímetro de chuva

Por: Estadão Conteúdo

Cantareira
Vista da reserva de Atibainha, que compõe o Cantareira, na cidade de Nazaré Paulista (Foto: Luis Moura/WPP/Folhapress)

O nível de água dos reservatórios do sistema Cantareira apresenta estabilidade neste domingo (7) pelo segundo dia consecutivo. De acordo com boletim da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), o nível apurado, que leva em conta as duas cotas de volume morto adicionadas no ano passado, permaneceu em 20,2%.

+ Nova lei de zoneamento permitirá pagar para desmatar em São Paulo

O sistema é responsável pelo abastecimento de 5,4 milhões de pessoas na capital e na Região Metropolitana de São Paulo. Nas últimas 24 horas, o manancial recebeu 0,1 milímetro de chuva, segundo a Sabesp.

O Cantareira foi o único dos reservatórios monitorados pela companhia a apresentar estabilidade, já que todos os demais apresentaram queda. No Alto Tietê, o nível passou de 21,8% para 21,7%. O Rio Claro, por sua vez, teve baixa, de 55,7% para 55,6%, no volume de água armazenada.

O mesmo cenário de recuo foi observado em outros três sistemas: no Guarapiranga, passou de 79,1% para 78,9%; no Rio Grande, de 92,2% para 92,0%; e, no Alto Cotia, de 66,9% para 66,8.

+ Confira as últimas notícias da cidade

Fonte: Agência Estado