Crise hídrica

Após captar água de represa, nível do Alto Tietê chega a dois dígitos

Volume adicional começou a ser captado da represa Ponte Nova neste domingo (14). Capacidade de operação saltou de 4,1% para 10,7%

Por: Adriana Farias

represa-ponte-nova
A represa de Ponte Nova fica em Salesópolis (Foto: Reprodução/Prefeitura de Salesópolis)

A Sabesp começou a captar a água da represa Ponte Nova, em Salesópolis, neste domingo (14), para melhorar a capacidade de operação do Sistema Alto Tietê. Com isso, o reservatório que estava operando pela manhã com 4,1% saltou para dois dígitos: 10,7%. Isso não acontecia há pelo menos dois meses.

+ Nível do Cantareira volta a cair neste domingo

A companhia informou, em nota, que foi autorizada pelo Departamento de Águas e Energia Elétrica de São Paulo (DAEE) a captar 39,46 milhões de metros cúbicos, o que ampliou o volume útil do Alto Tietê em 6,6%.

A operação vai permitir o abastecimento de 4,5 milhões de pessoas. A Ponte Nova faz parte do sistema Alto Tietê, assim como as represas Paratinga, Biritiba, Jundiaí e Taiaçupeba.  

+ Aplicativos ajudam a reduzir gastos no dia a dia

Segundo a Sabesp, a captação da água é chamada de volume adicional, pois não é preciso o bombeamento para retirá-la. Seria volume morto se a água estivesse situada abaixo das comportas da represa, como ocorre com o Sistema Cantareira.  “Esse acréscimo de volume não necessita de bombeamento, sendo possível a retirada através da descarga normal”, informou.

Situação das represas

As pancadas de chuva que atingiram São Paulo nos últimos dias ainda não foram suficientes para melhorar o nível do Cantareira. O sistema  voltou a cair 0,1 ponto porcentual neste domingo (14), após ficar estável na quinta-feira (11).

+ Doze dicas para economizar água na cozinha

O reservatório opera com 7,3% da capacidade. O cálculo leva em conta os 105 bilhões de litros da segunda cota do volume morto. Outro que caiu foi o reservatório Rio Claro, que está com 25,9% ante 26,6% registrado no sábado.

O Sistema Guarapiranga, que atende 4,9 milhões na capital e Grande São Paulo, subiu 1,4 ponto porcentual. Neste domingo, o manancial está com 34,8% da sua capacidade, enquanto no sábado registrava 33,4%. Esse é o quinto dia consecutivo com aumento no volume de água do reservatório.

+ Avô morre afogado ao tentar resgatar neta em Peruíbe

Alto Cotia e Rio Grande registraram aumentos de 0,7 e 0,3 ponto porcentual, respectivamente, e estão com 30,3% e 64,3% do volume armazenado de água. Juntos, os reservatórios abastecem cerca de 1,6 milhão de pessoas.

Fonte: VEJA SÃO PAULO