Terraço Paulistano

Nívea Stelmann: livro com dicas para se livrar dos "homens-cilada"

Em parceria com a autora Lua Veiga, ela escreveu Dedo Podre, um guia para identificar tipos que não valem nada

Por: Ricky Hiraoka - Atualizado em

Terraço Paulistano - Ed. 2305 - Nívea Stelmann
Nívea: "Desconfie dos muito intensos" (Foto: Lucas Lima)

Acostumada a interpretar mocinhas e periguetes na TV, Nívea Stelmann, de 38 anos, prepara-se para um novo papel: o de carrasco dos cafajestes. Em parceria com a autora Lua Veiga, ela escreveu o livro Dedo Podre, um guia para identificar homens-cilada. “Não retratei nenhuma relação pública que tive”, despista a atriz, que negocia a publicação com editoras e lista no currículo os atores Mario Frias, Thierry Figueira, Marcos Paulo, morto no ano passado, e o jogador de futebol Elano, de quem não pode ouvir falar. “Fiquei amiga de todos os ex, menos de um deles”, afirma.

Hoje solteira, em cartaz na cidade com a peça Batalha de Arroz num Ringue para Dois, ela adianta as pérolas do trabalho:

  •  “Homens que elencam defeitos da ex, no fundo, insinuam como você deve se comportar e não assumem a responsabilidade ao terminar”
  •  “Quem não apresenta a namorada para a família não vê futuro no romance”
  •  “Desconfie dos muito intensos. O cara que diz ‘eu te amo’ no primeiro encontro vem com ‘adeus’ três meses depois”
  •  “Se os amigos do rapaz se comportarem como idiotas, ele também deve ser um”

+ Dono da D-Edge investe em dois novos negócios

+ Marcelo Adnet e Dani Calabresa: voo-solo do casal 20 do humor

+ Coleções de estilistas brasileiros são apresentadas a empresários de NY

+ Criações do chef Alberto Landgraf viram objetos de estudo acadêmico

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO