Acidente

Cinco pessoas estão desaparecidas após naufrágio de escuna em Angra

Barco com 13 pessoas afundou na Baía de Ilha Grande; embarcações da Marinha fazem buscas no local

Por: Estadão Conteúdo

Casa em Angra - capa 2263
Angra dos Reis: local do naufrágio no último sábado (28) (Foto: Honório Ricarte da Fonseca)

Cinco pessoas estão desaparecidas desde a noite de sábado (28), após o naufrágio de uma escuna com 13 tripulantes a bordo na Baía de Ilha Grande, em Angra dos Reis, litoral sul do Rio. As informações são da Marinha. A embarcação Minas Gerais fazia o transporte de passageiros e carga e não há informações sobre os tripulantes, nem mesmo se eram turistas ou de quais são os seus Estados de origem. Segundo nota divulgada pelo 1º Distrito Naval, sediado no Rio, o naufrágio foi nas proximidades da Ilha dos Meros.

+ Acidentes de trânsito caem 35% em São Paulo

Os trabalhos de busca começaram ainda na noite de sábado e uma equipe de Inspeção Naval da Delegacia da Capitania dos Portos em Angra dos Reis (DelAReis) resgatou oito tripulantes. Três embarcações da Marinha seguem nas buscas pelos cinco desaparecidos ao longo deste domingo (29).

+ "Barulho foi assustador", diz funcionária de fazenda sobre queda de avião do Bradesco

A Marinha informou ainda que um Inquérito Administrativo sobre Acidentes e Fatos da Navegação (IAFN), cujo prazo de conclusão é de 90 dias, será instaurado para apurar "as causas, circunstâncias e responsabilidades pelo ocorrido".

Fonte: VEJA SÃO PAULO