Shows

Nando Reis lança CD e DVD com suas versões para temas de apelo popular

Cantor toca no Credicard Hall na quinta (2), às 21h30

Por: Pedro Ivo Dubra - Atualizado em

Nando Reis
Nando Reis abre a turnê "Bailão do Ruivão" (Foto: Washington Possato)

Nos últimos anos, o cantor e compositor paulistano Nando Reis reservava o bis de seus shows com a banda Os Infernais para temas alheios de apelo popular — alguns deles amaldiçoados com a pecha de cafonas, caso de “Fogo e Paixão”, de Wando. O ex-titã resolveu batizar aquele pedaço do espetáculo de “bailão do ruivão”, referência ao ambiente animado onde se ouvem (e se dançam) essas canções e à cor dos seus cabelos. Numa entressafra de inéditas, o músico transformou o finzinho das apresentações em mote para o novo trabalho. Na quinta (2), ele lança no Credicard Hall o CD e o DVD “MTV ao Vivo Bailão do Ruivão”.

Nando deseja escapar de um tipo de interpretação e apreciação recorrente nesse repertório. Funciona mais ou menos assim: um artista considerado de bom gosto entoa para uma plateia idem uma composição tida como brega. Ninguém gosta daquilo de verdade — trata-se apenas de um pretexto para rir das preferências alheias. “Esse é um lado horroroso”, afirma. “No começo, a reação das pessoas me irritava. Muitos achavam que eu estava cantando aquelas músicas só para zoar”, lembra. “A melodia do refrão de “Lindo Balão Azul” está entre as minhas preferidas e tem beleza em si.” Guilherme Arantes, autor desse clássico do grupo infantil Balão Mágico, faz uma participação. Além dela, está garantida no roteiro a balada “Muito Estranho (Cuida Bem de Mim)”, famosa na voz de Dalto. Nando Reis também dá espaço para coisas suas, como “Relicário” e “Por Onde Andei”. Abertura da banda Sabonetes.

Fonte: VEJA SÃO PAULO