Justiça

Mulher de Suzane von Richthofen pode deixar a prisão

Sandrão ganhou o direito de sair de Tremembé para cumprir o restante de sua pena no regime semiaberto

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Suzane Von Richthofen
Suzane, condenada por matar os pais, Manfred e Marísia von Richthofen, em 2002 (Foto: Robson Fernandjes - 2006/Agência Estado)

O relacionamento entre Suzane von Richthofen e Sandra Regina Ruiz Gomes, a Sandrão, pode estar perto do fim. Segundo informações da revista VEJA, a mulher da condenada por assassinar os pais conquistou o direito de cumprir a pena em regime semiaberto e deve deixar a Penitenciária Feminina de Tremembé I em breve.

+ Gugu entrevista Suzane von Richthofen em seu programa de estreia

No local, as duas dividem a mesma cela desde setembro do ano passado – quando a relação foi formalizada em uma cerimônia na prisão. O namoro tem pouco mais de dois anos.

A decisão foi concedida por juiz da 1ª Vara de Execuções Criminais de Taubaté no último dia 12 e ainda não foi formalizado perante a direção do presídio. A Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) deverá indicar o centro de ressocialização onde Sandrão cumprirá o restante da pena.

Sandra e suzane selfie
Sandra Regina Gomes também está presa em Tremembé (Foto: Reprodução)

Condenada a 24 anos pelo sequestro seguido de morte de um garoto de 14 anos, Sandrão já havia progredido para o semiaberto, mas voltou ao presídio no interior de São Paulo em fevereiro de 2011, após agredir um agente penitenciário no Centro de Ressocialização Feminino de São José dos Campos.

+ As últimas notícias da capital

Pouco depois, começou namoro com Elize Matsunaga, condenada por assassinar e esquartejar o marido, Marcos Matsunaga. Suzane teria sido o pivô do fim desta relação.

Sandrão pode decidir continuar no presídio de Tremembé. Suzane, aliás, também conquistou o benefício, em agosto passado, mas desistiu de usá-lo. O romance chegou a ser apontado como motivo para a decisão ter to do ano passado.

Fonte: VEJA SÃO PAULO