Bares

Na Mata Café volta à ativa com visual moderno e boa programação

Casa no Itaim reabriu em março cheia de novidades e animadas apresentações musicais

Por: Fabio Wright

Na Mata Café - 2212
O movimentado ambiente: ponto de paquera no início da noite (Foto: Cida Souza)

Conhecido endereço do Itaim para curtir música ao vivo, o Na Mata Café deu um susto em sua clientela ao anunciar, no fim do ano passado, o fechamento para realizar uma reforma. Afinal, não são raros os lugares que mudam para pior. A boa notícia veio com a reabertura da casa em março, cheia de novidades e sem se descaracterizar. Apesar de a organização dos ambientes ter ficado um pouco diferente, o visual está bem mais moderno. Ganhou um fumódromo ao ar livre junto à nova fachada de vidro, mesas amparadas por sofás de veludo e duas grandes mesas de madeira, ideais para reunir turmas de amigos. O balcão do bar, com dez lugares, continua o melhor ponto de paquera no início da noite.

Nos fundos fica o Na Moita, onde rolam — por enquanto de quinta a sábado — animadas apresentações musicais de pop e rock seguidas de discotecagem. O espaço, de acústica boa e isolada, tem agora um palco maior e cinco camarotes nas laterais. Na visita realizada, a apressada equipe do barman Márcio de Souza derrapou nos coquetéis, caso da caipirinha de uva itália (R$ 14,50) excessivamente alcoólica. Ainda que corretos, o mojito (R$ 15,20) e o cosmopolitan (R$17,90) revelaram-se um tanto cítricos. Para não depender da sorte, opte pela cerveja Stella Artois long neck (R$ 9,00). Entre as poucas sugestões de petisco figura a apetitosa bruschetinha de queijo brie, presunto cru, geleia de cebola e rúcula (R$ 19,90).

BEBIDAS ✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | COZINHA ✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO