Bares

Na Mata Café reabre com ambiente mais moderno

Casa da Vila Olímpia fechou por 45 dias para reformulação do espaço e está de volta com menu renovado

Por: Leonam Bernardo - Atualizado em

Na Mata Café
Novo salão: cadeiras deram lugar a sofás e o menu foi renovado (Foto: Leonam Bernardo)

Inaugurado em 2000, o Na Mata Café selou seus dez anos de existência com uma reconfiguração total. Depois de um mês e meio de portas fechadas, o lugar reabriu na última quarta (16) com visual mais moderno e sem muito alarde. “Teremos um evento de inauguração em março”, conta Cliff Li, um dos sócios. "Já estamos em funcionamento, mas é uma fase de adaptação, que chamamos de ‘soft opening’", completa.

O cardápio, assinado pela chef Patricia Lee, também foi reformulado e elenca novas sugestões como o espaguete ao molho cremoso de parmesão e lascas de presunto parma (R$ 43,00, para duas pessoas). No balcão, quem lidera o preparo dos drinques é o barman Márcio de Souza. Entre as novidades, o jack café mistura uísque, licor de café e sorvete de coco (R$ 21,90).

Linhas retas predominam no novo projeto e conferem maior profundidade ao ambiente. O salão ganhou sofás, enquanto a área da pista de dança foi ampliada em 50% e recebeu novos camarotes. O bar também mudou de posição, o palco aumentou e a fachada está toda envidraçada.

A partir da próxima semana, a casa abre de segunda a sexta, das 12h às 15h30, e para o jantar, às 20h. Aos sábados, haverá feijoada, das 13h às 16h, e shows a partir das 21h.

Figura carimbada nas noites do bar-restaurante, a banda Frank Elvis & Los Sinatras volta a se apresentar neste sábado (19). O grupo The Soundtrackers continua na programação com seu repertório de trilhas sonoras.

Outra novidade está guardada para o segundo semestre deste ano: a inauguração de uma nova unidade do Na Mata em Belo Horizonte, nos mesmo moldes e padrões da matriz paulistana.

Fonte: VEJA SÃO PAULO