Comida de rua

Na calçada da fama

O Food Truck surgiu em Los Angeles, conquistou os americanos e se tornou o queridinho da gastronomia paulistana

Por: - Atualizado em

2- iStock_620
(Foto: iStock)

A falta de opções de alimentação de boa qualidade em alguns bairros de Los Angeles fez o chef Roy Choi sair do lugar comum e montar sua cozinha em um caminhão itinerante para servir, nas ruas, seu churrasquinho coreano com taco. Assim foi criado, em 2008, o Kogi BBQ, o primeiro food truck de que se tem registro, e que se tornou uma tendência mundial na gastronomia.

Da Califórnia, as refeições ambulantes ganharam as ruas de Nova York e da Europa, principalmente depois da crise econômica de 2009, quando chefs renomados e jovens empreendedores apostaram no novo negócio. E foi um tiro certo. Segundo a Associação Nacional de Restaurantes dos EUA, o setor deve arrecadar, neste ano, 680 milhões de dólares. Em Nova York existe até uma associação só de food trucks com 50 membros. Juntos, eles tiveram uma receita de cerca de 7 milhões de dólares em 2013.

Por aqui, o primeiro restaurante sobre rodas foi criado no ano passado pelo chef André Mifano, do Vito. Apesar de recente, a moda dos food trucks já pegou e é sucesso entre os paulistanos que querem comida de qualidade a preços acessíveis. Existem, hoje, pelo menos sete food trucks em São Paulo e outros dez devem iniciar operação nos próximos meses nas ruas da capital.

Venha experimentar as comidas de rua no Food Truck da Casa Cor e interaja conosco nas redes sociais de Veja São Paulo usando a #foodtruckvejasp. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO