Cidade

Evento em prol do Museu Judaico tem participação de FHC

O jantar, organizado pelo ex-ministro Celso Lafer, tem o intuito de arrecadar fundos para o instituto, com inauguração prevista para 2016, no centro

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Museu Judaico - Sergio Simon
Sergio Simon, diretor do museu: inauguração prevista para 2016 (Foto: Divulgação)

Um moderno prédio de vidro com quatro andares, anexo à antiga sinagoga Beth-El, na região central, sediará o Museu Judaico de São Paulo. Com inauguração prevista para o segundo semestre de 2016, a instituição apresentará a cultura, a religião e a história dos judeus a partir de um rico acervo com mais de 2 000 peças. O oncologista do Hospital Israelita Albert Einstein Sergio Simon é diretor do projeto desde 2004.

+ Museu Lasar Segall reabre após reforma de um ano e meio

Com o intuito de apresentar a ideia e captar fundos para as obras, o presidente do conselho deliberativo do museu, Celso Lafer, receberá na terça (18) membros da comunidade judaica e empresários para um jantar fechado a convidados na Fundação Ema Klabin. Haverá uma pequena exposição de objetos do acervo. "Tivemos aportes fincanceiros via leis de incentivo, mas precisamos de um volume adicional para concluir o projeto", diz.

Celso Lafer com Fernando Henrique Cardoso
Lafer e o ex-presidente FHC, em 2001: juntos em prol do museu (Foto: Dida Sampaio)

A reforma e a restauração da sinagoga foram finalizadas, bem como a construção da estrutura do novo prédio. Ainda requerem esforços, portanto, as áreas internas e os processos museológicos.

+ Família Safra coloca casas em Nova York à venda

O evento contará com a participação do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que falará aos convidados sobre a relevância do museu. Lafer foi ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, em 1999, e das Relações Exteriores, em 2001 e 2002, durante o governo de FHC.

Museu Judaico
Projeto do Museu Judaico: no centro (Foto: Aleks Bras/ Museu Judaico)

Fonte: VEJA SÃO PAULO