Cultura

Museu do Relógio funciona em antiga fabrica na Vila Leopoldina

Em um passeio de 40 minutos você pode conhecer cerca de 600 relógios

Por: Portal Veja São Paulo - Atualizado em

Museu do relógio tem mais de 600 modelos, desde os de ponto até os de pulso
Museu do relógio tem mais de 600 modelos, desde os de ponto até os de pulso (Foto: Veja São Paulo)

Instalado em uma fábrica na Vila Leopoldina, o museu conta com cerca de 600 relógios, desde os enormes modelos de ponto até minúsculos de pulso. Vale a visita, sobretudo para observar os detalhes de cada peça e suas peculiaridades. Ponto negativo: a maioria dos objetos não tem sequer uma plaquinha indicando o ano, a origem ou até mesmo como funciona. Até os menos óbvios. A reportagem, anônima, fez algumas perguntas para a monitora do lugar e ela não tinha resposta para tudo. Alguns modelos são bastante curiosos. O despertador-cafeteira, por exemplo, deixa o café pronto antes do alarme tocar. Outro destaque é um modelo “derretido”, como o do quadro A Persistência da Memória, de Salvador Dalí. O intrigante relógio-tartaruga, de 1921, opera com um mecanismo curioso: a tartaruguinha se movimenta sob a água indicando as horas. O passeio é feito em 40 minutos. Quem preferir pode fazer uma visita virtual.

Fonte: VEJA SÃO PAULO