Cidade

Em ataque de fúria, mulher risca carro em shopping

No estacionamento do Eldorado, uma motorista desceu do seu automóvel após uma batida e chegou a dar tapas e socos no vidro do outro carro

Por: Marcus Oliveira - Atualizado em

Mulher risca carro
Mulher risca o capô do outro carro após se envolver em uma batida no estacionamento do Shopping Eldorado (Foto: Reprodução/Facebook)

Em épocas em que os shoppings da cidade registram grande movimentação de público devido às compras de Natal, um acidente chamou atenção no estacionamento do Eldorado, na Zona Oeste. Na última quarta (10), por volta das 13h30, uma mulher se envolveu em uma batida e, enfurecida, riscou com a chave todo o capô do outro automóvel.

+ Saiba onde ver o Papai Noel em São Paulo

O caso chamou atenção após ser publicado nas redes sociais do advogado Matheus Sobral, que estava em outro automóvel ao lado da proprietária do veículo lesado, que não quis se identificar. "Ficamos com medo de que pudesse acontecer alguma coisa por causa da reação dela e não saímos dos nossos veículos", conta Sobral. O post do Facebook sobre o ataque tem quase 30 000 compartilhamentos e mais de 14 000 curtidas.

Mulher riscando carro
Dona do automóvel riscado calcula que o prejuízo será de aproximadamente 8000 reais (Foto: Reprodução / Facebook)

Segundo ele, a agressora dirigia um Fiat Uno na saída do shopping. Ele estava ao lado de sua amiga em um Hyunday Azera, quando teria sido fechado pelo outro carro e não teve tempo de parar antes do atrito na lateral do Uno. Neste momento, sua amiga teria buzinado e em seguida viu a mulher descer do outro carro, já nervosa.

Xingando e gritando muito, a condutora chegou a tentar abrir a porta do automóvel. Percebendo seu insucesso, a dona do Uno voltou ao seu veículo, retirou a chave do contato e começou a riscar a lataria do capô enquanto chamava a mulher de "vagabunda", além de a acusar de ter batido de propósito. Confira o vídeo do ocorrido aqui. "Ligamos para a polícia ali mesmo. Ficamos completamente em choque", lembra Sobral.

+ Confira as última notícias

Logo após o ato de fúria, a mulher teria entrado em seu carro, dado ré e ido embora. A proprietária do automóvel riscado calcula que o conserto não saia por menos de 8 000 reais. Segundo Sobral, um boletim de ocorrência foi registrado no 15º DP no mesmo dia da ocorrência e a autora dos danos deverá ser processada.

A reportagem não conseguiu contato com a motorista do Uno.

Fonte: VEJA SÃO PAULO