Polícia

Mulher que fez ofensas racistas em vídeo está presa no Rio

Polícia Civil carioca identificou a agressora como Sonia Valéria Rebello Fernandez, de 54 anos; ela se recusou a pagar fiança de 2 000 reais

Por: Veja São Paulo

racismo-praia
Mulher autuada por racismo não pagou fiança de 2 000 reais (Foto: Reprodução/Youtube)

A Polícia Civil do Rio de Janeiro identificou e prendeu a mulher que fez ofensas racistas em vídeo compartilhado nesta terça-feira (30) nas redes sociais. Sonia Valéria Rebello Fernandez, de 54 anos, está no 16º DP (Barra da Tijuca) e foi autuada em flagrante pelos crimes de injúria e injúria por preconceito no mesmo dia.

O delegado estipulou fiança de 2 000 reais para libertá-la, mas como ela se recusou a pagar, foi encaminhada para audiência de custódia para o juiz decidir pela soltura ou permanência da prisão, como ocorre em casos de flagrante. 

O vídeo foi compartilhado por um colega da agente de viagens Sulamita Mermier, a vítima dos comentários racistas na Praia da Reserva, na Barra da Tijuca, região nobre do Rio.

Ofendida, ela sacou o celular e registrou em vídeo o comportamento da mulher, que se exaltou ao perceber que estava sendo gravada. “Não tenho culpa de você se sentir agredida por ser mulata, amor. Você é uma complexada. Nasça branca! Você nasceu mulata. Fazer o quê?”. Em outro momento, a mulher prossegue com as ofensas: “você é complexada por ter cabelo duro!”

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO