Criminalidade

Mulher é morta por namorado após dizer nome de ex

Fidel Lopez, de 24 anos, disse que se tornou “um monstro” e , em um ataque de fúria, matou Maria Nemeth, de 31 anos, durante relação sexual  

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

lopez
Um homem assassinou a namorada após ela repetir o nome do ex-marido durante o sexo no último domingo (20) na Flórida, nos Estados Unidos.  (Foto: Fidel Lopez / Broward Sheriff's Office)

No último domingo (20), um homem assassinou a namorada após ela repetir o nome do ex-marido durante o sexo. O caso aconteceu na Flórida, nos Estados Unidos. Segundo a polícia de Sunrise, Fidel Lopez, de 24 anos, confessou ter matado e estripado Maria Nemeth, de 31 anos, após a ingestão de bebida alcóoloca.

+ Homem é preso sob suspeita de abusar de jovem no metrô

+ Jovem morre após tomar remédio para emagrecer e mãe faz desabafo

De acordo com a polícia, Lopez ligou para a emergência por volta das 3h40 de domingo (20) e disse que a namorada não conseguia respirar direito. Quando paramédicos e policiais chegaram ao apartamento, o encontraram pedindo por ajuda próximo ao corpo de Nemeth. Ela estava em uma “poça de sangue”, segundo informou a emissora americana NBC Miami. A polícia também encontrou vestígios de sangue espalhados pela casa, o que sugere uma briga violenta entre o casal. 

+ Confira as últimas notícias

Em depoimento, Lopez disse que bebia tequila com a namorada e, após o sexo, ela começou a se sentir enjoada e com dificuldade para respirar. Porém, depois de um tempo no interrogatório, ele mudou a versão da história. Disse que virou um “monstro” quando ouviu a namorada repetir o nome do ex-marido duas vezes durante a relaçãos sexual e a assassinou.

Após o crime, Lopez carregou o corpo de Nemeth até o banheiro e tentou acordá-la, jogando água no seu rosto. Ele entrou em pânico e foi até a varanda para fumar um cigarro e depois, pediu por ajuda. 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO