Criminalidade

Mulher morre com filho no colo após ser baleada na Zona Sul

A vítima voltava da igreja quando foi atingida. Criança não ficou ferida e passa bem

Por: Redação VEJASÃOPAULO.COM - Atualizado em

Uma mulher morreu após ser atingida por um disparo na Avenida Cupecê, na Zona Sul da capital, na noite deste domingo (13). Wanderleia Silva, de 38 anos, voltava da igreja e estava com o filho de cinco meses no colo. A criança não foi atingida e passa bem.

De acordo com a polícia, um assalto foi registrado a poucos metros do local onde a dona de casa foi baleada. Suspeita-se que ela tenha sido vítima de uma bala perdida. Ao programa Bom Dia São Paulo, da TV Globo, o marido de Wanderleia, o sindicalista Roberto Silva, disse que estava em uma pizzaria próxima quando ouviu os disparos. Como ele estava de moto, a vítima pegou uma carona com um parente para voltar da igreja.

Uma vizinha resgatou a criança dos braços da mãe, quando constatou que ela já havia morrido. O caso será investigado pelo Departamento de Homícidios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Fonte: VEJA SÃO PAULO