Cidade

Motorista de Mustang que atropelou motociclista é indiciado por homicídio

Acidente aconteceu na madrugada de sexta-feira (8) na Avenida Juscelino Kubistchek

Por: Redação VEJA SÃOPAULO.COM

O motorista que dirigia um Mustang preto e atropelou e matou um motociclista na madrugada de sexta-feira (8) foi indiciado por homicídio culposo (sem intenção) nesta segunda (11).

+ Polícia investiga se radiologista participava de rede de pedofilia

O corretor de imóveis Fábio Alonso, 34, atingiu Aroldo Pereira na Avenida Juscelino Kubitschek, quando tentava virar à esquerda na Rua Professor Atílio Innocenti. Alonso disse acreditar que o farol estava aberto para ele passar.

Alonso se apresentou hoje à polícia. Ele vai responder ao crime em liberdade, mas tem os agravantes de não ter prestado socorro à vítima e de ter fugido do local.

Em seu depoimento, ele disse que deixou o local porque ficou com medo. O Mustang foi abandonado a quatro quadras do local do acidente, e. Alonso passou para o carro de um colega que o acompanhava.

+ Após discussão, policial atira em aposentado na Zona Leste

Ele afirmou ainda que, na noite de quinta-feira (7), pegou o Mustang emprestado de um amigo para ir a uma casa noturna.

De acordo com o relato, ele deixou o lugar por volta das 6h acompanhado de duas mulheres.

À polícia Alonso disse que não ingeriu bebidas alcóolicas naquela noite, mas os investigadores vão analisar as câmeras de segurança para confirmar a afirmação.  

Fonte: VEJA SÃO PAULO