gente

Motorista de Cristiano Araújo desabafa sobre morte do cantor

Ronaldo Mirando publicou foto com os filhos do sertanejo. "Só Deus sabe a minha dor. Eles trazem um pouco de alívio para essa dor”

Por: Veja São Paulo

Cristiano Araújo
Cristiano Araújo e a namorada Allana Moraes morreram em um acidente no dia 24 de junho (Foto: Reprodução Instagram)

Ronaldo Miranda, ex-segurança e motorista do cantor Cristiano Araújo, publicou em sua rede social um texto para lembrar da morte do amigo.

Na imagem, ele segura os dois filhos do sertanejo, morto há três meses em um acidente de carro. Ronaldo dirigia o carro, que levava também a namorada de Cristiano, Allana.

No post, Ronaldo afirmou que os meninos, João Gabriel e Bernardo, são um alívio para os momentos de sofrimento. “Um dos momentos que me fazem feliz é quando estou com eles, os passarinhos João Gabriel e Bernardo. Só Deus sabe a minha dor. Eles trazem um pouco de alívio para essa dor”, escreveu.

Ronaldo Miranda - Cristiano araujo
Ronaldo Miranda com os filhos de Cristiano Araújo (Foto: Reprodução Instagram)

“Às vezes, não entendemos o peso da Cruz, o tamanho da dor. Para todo fardo haverá um propósito, pois Deus faz da nossa dor uma ponte para enxergamos o outro lado da vida. O melhor caminho só encontramos ao atravessar nossas angústias, temores é provações. Somente Deus conhece o meu coração, portanto, somente Ele pode amar-me e julgar-me com veracidade. Cristiano e Allana, como vocês fazem falta.”

Acidente

O cantor Cristiano Araújo morreu na madrugada de 24 de junho em um grave acidente de carro na BR-153, no trecho entre Goiatuba e Morrinhos, em Goiás. A namorada do sertanejo, Allana Coelho Pinto de Moraes, também faleceu.

O músico voltava de um show em Itumbiara, a 200 quilômetros de Goiânia, quando o veículo em que ele estava capotou por volta das 3h. Um relatório fornecido pela Land Rover, fabricante do veículo, revelou que o automóvel estava a 179 quilômetros por hora no momento do acidente.

Ribeiro afirmou à época que estava "correndo um pouco", mas disse que não havia ingerido bebida alcóolica nem dormido ao volante. O teste do bafômetro deu negativo. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO