Cidade

Motorista de acidente de Pinheiros se apresenta à polícia

Luiz Matheus Nunes Santos fugiu após bater o carro com o amigo Maurício Fittipaldi Morade, que morreu carbonizado

Por: Juliana Deodoro - Atualizado em

Acidente Pedroso de Morais
Volvo S60 onde estava Maurício Fittipaldi Morade (Foto: Rivaldo Gomes/Folhapress)

Luiz Matheus Nunes Santos, motorista do carro de luxo que se chocou contra um poste na madrugada de segunda-feira (26), em Pinheiros, se entregou à polícia na manhã desta quarta-feira (28). Nunes Santos estava foragido e havia deixado sua casa, na Vila Leopoldina, levando a mulher e as duas filhas. 

Motorista de acidente de Pinheiros fugiu com as duas filhas

Ele presta depoimento à delegada Camila Ferraz, do 14º Distrito Policial, responsável pelo caso. Luiz Matheus era procurado desde a noite de segunda, quando a polícia chegou à conclusão que ele, e não o amigo Maurício Fittipaldi Morade dirigia o veículo.

O corpo de Morade foi liberado na noite de terça-feira (27) e está sendo velado na manhã desta quarta.

Acidente Pinheiros
Poste caiu sobre o carro, que pegou fogo na madrugada desta segunda-feira (26) (Foto: Edison Temoteo/Futura Press/Folhapress)

O caso

A batida ocorreu por volta das 2h30 da madrugada de segunda na Avenida Pedroso de Morais. De acordo com a Polícia Militar, o condutor perdeu o controle do veículo e bateu em um poste. Um transformador fixado na estrutura de concreto caiu sobre o veículo e explodiu, causando o incêndio.

Na delegacia, o segurança Renato Lima reconheceu por foto o motorista, que supostamente estaria embriagado. “Ele saiu correndo quando os bombeiros chegaram.”

Outra testemunha, Reinaldo Vieira Pinto, declarou que o suspeito retornou para o local dez minutos após o acidente, fingindo ser apenas um curioso. Entretanto, ao ser reconhecido, deixou rapidamente o lugar.

Fonte: VEJA SÃO PAULO