CIDADE

25 motivos para amar os Jardins

Região arborizada, concentra comércio de luxo, boas opções gastronômicas e culturais

Por: Andreza Monteiro - Atualizado em

Rua Oscar Freire: bom lugar para comprar jeans de marcas famosas
Rua Oscar Freire: rua maus luxuosa de São Paulo (Foto: Fernando Moraes)

A região conhecida como Jardins é formada pelos bairros Jardim América, Jardim Paulista, Jardim Europa, Jardim Paulistano e Cerqueira César. Considerada uma das regiões mais luxuosas da cidade, abriga casas e prédio de alto padrão, além de hotéis requintados, restaurantes estrelados e boas opções de compras. A região também se tornou o berço das artes na capital, sendo escolhida para receber museus, galerias e espaços culturais. Listamos abaixo 25 motivos que tornam o bairro especial:

25 motivos para amar a Lapa

1 - Caminhar pelas ruas arborizadas da região é uma ótima forma de relaxar e garantir uma atividade física tranquila. Além das praças, as ruas ganham um charme especial com suas belas mansões e prédios residenciais. No passado, o bairro era ocupado por casarões imponentes, que abrigavam as famílias mais tradicionais, como os barões do café, políticos, entre outros. Visitar a Casa das Rosas, nos arredores, um dos únicos casarões que foram preservados, é um mergulho na história.

25 motivos para amar a Liberdade

2 - A região possui fácil acesso e opções de locomoção para todas as regiões da cidade, seja de carro, transporte público, ou a pé. Morar em uma cidade como São Paulo e poder ter privilégios como estar próximo do centro, acessar shoppings, hospitais, aeroporto e estações de metrô com facilidade, com certeza, faz muitas pessoas procurarem moradia na região.

3 - Opções gastronômicas a região oferece em fartura. Os restaurantes mais badalados e bem avaliados da cidade encontram-se nos Jardins. Fasano, Maní, Spot, Chef Rouge Osteria del Pettirosso são alguns exemplos de lugares que levam a excelência culinária a sério.

25 motivos para amar a Vila Madalena

4 - A região, que sempre teve boas opções para os baladeiros, mostra que consegue se renovar. Nos últimos anos, algumas boas novidades surgiram por ali, como o Jet Lag Pub, o Brasserie des Arts e o Barê.

Brasserie des Arts
Brasserie des Arts: ambiente transado (Foto: Fernando Moraes)

5 - As charmosas sorveterias da região oferecem opções artesanais inspiradas nos gelatos italianos. Entre as mais procurados estão Baccio di Latte, Ben & Jerry’s, Casa Elli, Cuordicrema e Dri Dri, são alguns dos mais procurados.

6 - Como manter a dieta controlada com a oferta de docerias para os mais variados gostos que a região possui? Fica difícil não amar os doces, bolos, chocolates e tortas das lojas especializadas em guloseimas da região. A La Vie en Douce, a Leckerhaus e a Kukla Cookies são algumas docerias.

25 motivos para amar Santa Cecília

7 - Passear pela Avenida Paulista no Natal é voltar a ser criança! As decorações que a avenida recebe tomam conta do local e trazem a magia do Natal aos corações dos paulistanos.

8 - Comparada a outros bairros, a região dos Jardins pode ser considerada segura, pois são baixos os índices de violência e ocorrências policiais.

Parque Trianon
Parque Trianon: ideal para relaxar na região da Paulista (Foto: Cida Souza)

9 - O Parque Trianon, como é popularmente conhecido o Parque Tenente Siqueira Campos, fica no coração da Avenida Paulista. Sem dúvida um dos locais que todo paulistano precisa conhecer. Com 48 600 metros quadrados de vegetação tropical, remanescente da Mata Atlântica, o parque abriga diversas espécies de plantas, como cedros-rosa, sapucaias e araribás. Também é o lar de animais silvestres e mais de 25 espécies de aves.

10 - Talvez um dos maiores charmes em andar pelas ruas dos Jardins é a sensação de ficar um pouco livre da superverticalização que toma conta das regiões centrais da cidade. Principalmente no Jardim Europa e no Jardim América, as ruas mantém o perfil de quando a região foi projetada, com espaçosos terrenos ocupados por mansões.

25 motivos para amar a Pompeia

11 - A Rua Oscar Freire é sem dúvida uma das mais charmosas da cidade. Entre lojas, cafés e restaurantes, quem passa por lá pode vivenciar uma experiência de compra muito agradável. Engana-se quem pensa que apenas os mais afortunados conseguem comprar nas lojas presentes da rua, pois establecimentos de marcas populares como a Riachuelo hoje ocupam imóveis na rua e nos arredores.

Marcas mais baratas chegam à Rua Oscar Freire

12 - Por falar em ruas, como não amar a Rua Augusta, a mais pop da cidade? A rua, que no auge do glamour, entre as décadas de 50 e 70, atraia a alta sociedade pelos estabelecimentos de requinte, com o passar do tempo tornou-se o ponto de encontro de "moderninhos". 

13 - Para os apaixonados por moda, a Galeria Ouro Fino é uma ótima opção de programa desde os anos 70. Uma das galerias mais tradicionais da cidade possui lojas para os mais variados perfis de público. Roupas e acessórios descolados são o principal atrativo. É possível ainda encontrar serviços de cabeleireiros, estúdios de tatuagem, entre outros.

Paróquia Nossa Senhora do Brasil
Nossa Senhora do Brasil: a paróquia do Jardim Paulista  (Foto: Divulgação)

14 - Os casamentos das colunas sociais da cidade têm como cenário a belíssima Paróquia Nossa Senhora do Brasil, no Jardim América. Fundada em 1940, a paróquia é uma das mais disputadas para casamentos da cidade, chegando a possuir fila de espera.

25 motivos para amar Pinheiros

15 - Um dos teatros que mais recebem espetáculos grandiosos na cidade é o Procópio Ferreira, construído em 1948 e com capacidade para 641 pessoas.

16 - O Museu da Imagem e do Som de São Paulo sempre tem uma exposição ou projeto bacana para apresentar ao público. Não é à toa que é um dos espaços culturais preferidos do paulistano. A mostra mais conhecida e comentada das atrações do MIS foi a Castelo Rá-Tim-Bum – A exposição, que que levou mais de 410 000 visitantes ao museu de julho de 2014 a janeiro de 2015.

25 motivos para amar o Ipiranga

Fachada do MIS
Fachada do MIS (Foto: Ding Musa)

Saiba por onde andam os atores de Castelo Rá-Tim-Bum

17 - O Museu Brasileiro da Escultura (MuBE)  é uma instituição privada, porém direcionada ao público,  que busca promover a arte em seus diversos segmentos, como escultura, pintura, fotografia, grafite, desenho, música e cinema. Apesar da diversidade, o foco é a produção de esculturas brasileiras.

25 motivos para amar a Mooca

18 - O Masp, mais importante museu da América Latina, não está propriamente na região dos Jardins, mas moradores dessa região acabam se beneficiando por estar mais  próximos de obras de Van Gogh, Renoir, Monet, Picasso, entre outros. 

19 - A galeria de arte Luisa Strina é a mais antiga galeria de arte contemporânea da cidade. Aberta em 1974 pela artista que dá nome à galeria, desde o início de suas atividades a ideia foi trazer diversas produções de artistas nacionais e internacionais. Exposições de nomes consagrados e também da nova geração, já passaram pela galeria.

25 motivos para amar o Tatuapé

20 - Um ambiente moderno e com uma linguagem totalmente contemporânea é a Galeria Zipper, que foi criada com a proposta de trazer à cena novos talentos do mundo das artes. Por trás de uma fachada que representa um container, há um espaço projetado para integrar e conectar diferentes formas de expressões artísticas.

Galeria Emma Thomas
Galeria Emma Thomas das sócias Flaviana Bernardo e Juliana Freire: foco na arte contemporânea (Foto: Divulgação)

21 - A galeria Emma Thomas, inaugurada em 2006, traz conceitos inovadores, buscando a maior aproximação de suas exposições com o público em geral. Considerada entre as três maiores galerias de arte de São Paulo, é um passeio cultural indicado para todas as idades.

22 - Comprar livros é mais do que adquirir obras literárias. Quando se fala em dar uma passadinha nas livrarias dos Jardins. Os ambientes aconchegantes e inspiradores tornam a escolha pelo livro ideal, um momento de lazer. A Fnac, a Livraria Cultura e a Livraria da Vila são ótimas pedidas.

25 motivos para amar Santana

23 - Outro espaço que se tornou importante para a perpetuação da cultura em nível nacional é o Museu da Casa Brasileira (MCB), único museu especializado em design e arquitetura do país. 

24 - Localizado no coração da Faria Lima, o Shopping Iguatemi reúne as mais famosas grifes nacionais e internacionais que possuem lojas em São Paulo, como a joalheria Tiffany & Co. Segundo a Associação Brasileira de Shoppings Centers, ele foi o primeiro centro de compras do tipo no Brasil, inaugurado em 1966.

25 - Ir ao Conjunto Nacional é dar um mergulho em um ambiente onde respira-se cultura. O centro comercial abriga a ilustre unidade da Livraria Cultura, duas salas do Cine Arte

Fonte: VEJA SÃO PAULO