Exposições

Mostras abordam vida e obra de dois grandes autores brasileiros

Rubem Braga e Mário de Andrade são os homenageados

Por: Jonas Lopes

Ocupação Mário de Andrade
Ocupação Mário de Andrade, no Itaú Cultural (Foto: André Setti)

Duas exposições em cartaz mostram a produção e a trajetória de escritores brasileiros. O cronista capixaba Rubem Braga (1913-1990) tem textos, documentos, imagens e vídeos reunidos no Museu da Língua Portuguesa.

Por sua vez, a série Ocupações, do Itaú Cultural, explora por meio de instalações e fotos o período em que o paulistano Mário de Andrade (1893-1945) trabalhou no Departamento de Cultura da cidade de São Paulo, na década de 30.

 

  • Gênero literário brasileiro por excelência, a crônica foi praticada por escritores do calibre de Machado de Assis e Nelson Rodrigues. Ninguém, contudo, se tornou tão sinônimo dela quanto o capixaba Rubem Braga, homenageado pelo Museu da Língua Portuguesa com uma mostra compacta e eficiente, sem os exageros tecnológicos vistos em exposições anteriores na instituição. Com curadoria de Joaquim Ferreira dos Santos, Rubem Braga — O Fazendeiro do Ar chama atenção já na primeira sala, coberta de jornais do teto ao chão. Ali, Braga é lembrado como jornalista, escritor, editor e diplomata por meio de textos, documentos e edições raras. Há máquinas de escrever e, em cima delas, tablets: basta tocar a tela e textos aparecem. Em outro espaço, o espectador atende telefones e ouve notícias sobre a II Guerra Mundial, que teve o então repórter Braga como correspondente. Uma instalação revisita sua famosa cobertura no bairro de Ipanema, no Rio de Janeiro. De 25/6/2013 a 1°/9/2013.
    Saiba mais
  • A nova mostra da série Ocupações, do Itaú Cultural, explora a vida e a obra do autor de Macunaíma. Instalações audiovisuais dividem o espaço com cartas, documentos, fotos e curiosidades sobre o escritor. De 28/6/2013 a 28/7/2013.
    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO