Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

Quinze filmes para aproveitar a programação da primeira semana

Os dramas Perder a Razão, Na sua Ausência e Après Mai estão entre os destaques

Por: Miguel Barbieri Jr. - Atualizado em

Perder a Razão
'Perder a Razão': candidato da Bélgica a uma vaga no Oscar de filme estrangeiro (Foto: Divulgação)

PERDER A RAZÃO: Diretor de Propriedade Privada (2006),o belga Joachim Lafosse reúne a mesma dupla de atores de O Profeta. Na trama, Tahar Rahim vive um rapaz que, embora dependente financeiramente de um médico (Niels Arestrup), decide se casar e ter filhos. A partir daí, surge uma série de conflitos. A produção é a candidata da Bélgica a uma vaga no Oscar de melhor filme estrangeiro. Neste sábado (20),16h (Frei Caneca 3); neste domingo (21),19h30 (Cine Sabesp); quarta (24),14h (Cine Sabesp); quinta (25), 16h (Frei Caneca 5); sexta (26), 15h50 (Espaço Itaú de Cinema 3).

38 Testemunhas
'38 Testemunhas': novo longa do diretor de 'O Sequestro de um Herói' (Foto: Divulgação)

38 TESTEMUNHAS: Yvan Attal (foto) já trabalhou com o diretor Lucas Belvaux no drama O Sequestro de um Herói. Neste intrigante suspense policial, o ator interpreta um operário do porto de Le Havre que decide enfrentar seus vizinhos ao testemunhar sobre o brutal assassinato de uma mulher, ocorrido em frente ao edifício onde mora. Essa atitude, porém, abala seu casamento. Quarta (24), 17h30 (Cinemateca); sábado (27), 19h (Granja Viana Cinespaço); domingo (28), 15h (Frei Caneca 1).

Imperdoável
'Imperdoável': do diretor André Téchiné, de 'Minha Estação Preferida' (Foto: Divulgação)

IMPERDOÁVEL: Disposto a ficar sozinho em Venezapara escrever seu novo livro,o sexagenário Francis (André Dussollier) desiste do plano quando, na cidade italiana, se apaixona pela bela ex-modelo Judith (Carole Bouquet), que agora trabalha como corretora de imóveis. Após se mudar com a amada para uma ilha, o protagonista fica obcecado em saber por onde ela anda todos os dias. Quem dirige é o francês André Téchiné, de Minha Estação Preferida (1993). Neste sábado (20),15h50 (CineSesc); neste domingo (21), 19h30 (Frei Caneca 5); segunda (22), 16h (Frei Caneca 3).

Felicidade
'Felicidade': um relacionamento barra-pesada (Foto: Divulgação)

FELICIDADE: Diretora de Hanami — Cerejeiras em Flor, a alemã Doris Dörrie enfoca um relacionamento barra-pesada. Irina é uma refugiada de guerra que vira prostituta nas ruas de Berlim e, lá, conhece um sem-teto punk. A união torna-se um amor incondicional. Neste sábado (20), 17h30 (Frei Caneca 4); quarta (24), 20h (Itaú Cultural); sexta (26), 18h10 (Cine Sabesp); domingo (28), 17h20(Cine Sabesp).

Na sua Ausência
'Na sua Ausência': primeiro filme de ficção da atriz francesa Sandrine Bonnaire (Foto: Divulgação)

NA SUA AUSÊNCIA: Em seu primeiro filme de ficção como diretora, a atriz francesa Sandrine Bonnaire chamou o ex-companheiro William Hurt (foto) para protagonizar o drama familiar. O enredo cobre a trajetória de Jacques (Hurt), que sai dos Estados Unidos para o enterro do pai, na França. Nove anos antes, ele perdeu o filho num acidente e sentiu o peso da culpa. Agora, Jacques quer reconstruir a vida. Para isso, vai estreitar os laços com o filho de sua ex mulher. Neste sábado (20), 21h (Cidade Jardim 6); neste domingo (21), 19h10 (Frei Caneca 2); terça (23), 15h30 (MIS); quinta (25),15h45 (CineSesc).

Après Mai
'Après Mai': um retrato de Paris nos anos 60 (Foto: Divulgação)

APRÈS MAI: No início da década de 70, Paris ainda vivia a ressaca do histórico maio de 68. Nesse cenário turbulento de revoltas estudantis, o diretor Olivier Assayas (Horas de Verão) aborda a vida de um jovem, dividido entre o engajamento radical e as aspirações artísticas. Os romances, porém, o levam à Itália e, depois, a Londres. Chegará, então, o momento decisivo de sua trajetória errante. Sexta (26), 23h (Cine Livraria Cultura 1); sábado (27), 23h (Reserva Cultural 1); domingo (28), 19h (Eldorado 7).

Mar Calmo
'Mar Calmo': do diretor alemão de 'O Tambor' (Foto: Divulgação)

MAR CALMO: Volker Schlöndorff, diretor alemão de O Tambor (1979), foi buscar um fato da II Guerra para criaruma fita de impacto emocional. Em 1941, um tenente-coronel nazista foi morto por comunistas em Nantes. Em represália, Hitler pediu a cabeça de 150 franceses civis, prisioneiros em campos de detenção do interior. Entre eles havia um menor de idade. Quinta (25), 14h (MIS); sexta (26), 19h (Eldorado 7); domingo (28), 21h (Metrô Santa Cruz 2).

Em sua Família
'Em Família': menino de 6 anos criado por pais homossexuais (Foto: Divulgação)

EM FAMÍLIA: Ator e roteirista, Patrick Wang estreia na direção com um assunto atual. Um garoto de 6 anos é criado por seus dois pais homossexuais. Quando um deles morrenum acidente de carro, o outro tenta superar o trauma na companhia do filho. Mas o testamento do parceiro revela que sua irmã deverá ser a guardiã do menino. Segunda (22), 20h30 (Frei Caneca 3); terça (23), 15h20 (Cine Livraria Cultura 1); quarta (24), 17h30 (Frei Caneca 5); quinta (25), 20h (Frei Caneca 4); sábado (27), 20h10 (Frei Caneca 5).

Herança
'Herança': primeiro longa da atriz palestina Hiam Abbass (Foto: Divulgação)

HERANÇA: Hiam Abbass (no centro da foto), a grande atriz palestina de Free Zone e Lemon Tree, comanda seu primeiro longa-metragem narrando a história de um casamento. Em meio a segredos e mentiras,a paz durante a festa fica ainda mais comprometida pelos conflitos entre Israel e Líbano. Terça (23), 23h (Frei Caneca 1); quarta (24), 19h40 (CineSesc); sexta (26), 14h50 (Frei Caneca 1); sábado (27), 17h45 (Cine Livraria Cultura 1); domingo (28), 22h30 (Frei Caneca 2).

A Parte dos Anjos
'A Parte dos Anjos': premiado no Festival de Cannes (Foto: Divulgação)

A PARTE DOS ANJOS: Para escapar da prisão, um jovem delinquente escocês terá de prestar serviços comunitários. Seu mentor, porém, o introduz na arte da fabricação do uísque. O rapaz vira um expert e precisa decidir: torna-se um cara sério ou segue na vida bandida? A comédia do inglês Ken Loach saiu do Festival de Cannes com o Prêmio do Júri. Neste sábado (20), 19h (Cidade Jardim 6); segunda (22), 21h25 (Frei Caneca 2); terça (23), 21h45 (Reserva Cultural 1); sábado (27), 15h45 (Cine Livraria Cultura 1).

Sonata Silenciosa
'Sonata Silenciosa': trama sem diálogos (Foto: Divulgação)

SONATA SILENCIOSA: No ano passado, O Artista provou que é possível agradar com um filme mudo. A tarefa desta fita eslovena mostra-se mais difícil por tratar de uma história contemporânea. Na trama sem diálogos, um ataque militar no campo mata a mulher de um fazendeiro. Ao lado dos dois filhos,ele recebe a contragosto a trupe de um circo, que se instala em seus domínios. Tragicômico, o enredo espalha poesia em meio à cruel realidade. Quinta (25), 14h (Cinemateca); sábado (27), 21h05 (Frei Caneca 3).

Bárbara
'Bárbara': drama ambientado na década de 80 (Foto: Divulgação)

BARBARA: A Alemanha indicou este drama para concorrer a uma vaga ao Oscar 2013 de melhor filme estrangeiro. Ambientada na década de 80, a história flagra o revés na vida de Barbara (Nina Hoss, na foto). Ela é uma médica da Alemanha Oriental que é transferida de Berlim para uma cidade do interior. Motivo: a protagonista apenas pediu permissão para visitar o Ocidente. No novo hospital, Barbara conheceum doutor, mas fica em dúvida se ele é um espião ou apenas um homem apaixonado. Segunda (22),18h20 (Frei Caneca 3); terça (23), 21h10 (Bourbon 9); quarta (24),17h50 (Frei Caneca 3).

Lado a Lado
'Lado a Lado': Keanu Reeves produz o documentário (Foto: Divulgação)

LADO A LADO: Filme em película ou digital? Produzido pelo ator Keanu Reeves (na foto com o diretor MartinScorsese), o documentário investiga quais asvantagens dos dois tipos de realização. Para falardo assunto, que aponta para um futuro semceluloide, há depoimentos de cineastas comoJames Cameron e David Fincher. Neste sábado(20), 15h40 (Cine Livraria Cultura 2); segunda(22), 22h20 (Frei Caneca 5); terça (23), 16h20(Cine Sabesp); quarta (24), 20h40 (Cinemateca).

Renoir - Festival Varilux 2013
'Renoir': cinebiografia do pintor francês (Foto: Divulgação)

RENOIR: O grande pintor francês tem parte de sua história contada nesta cinebiografia. Interpretado por Michel Bouquet (foto), Auguste Renoir é visto em 1915, já tomado pelas dores da artrite e dominado pela tristeza por causa da morte da mulher. Tudo piora quando ele recebe a notícia de que seu filho foi ferido em um combate. Uma jovem modelo, porém, dará novo fôlego à vida do artista. Segunda (22), 19h30 (Bourbon 9); terça (23), 22h (Frei Caneca 5); quinta (25), 17h40(Reserva Cultural 1); sexta (26),18h30 (Frei Caneca 3); sábado (27),22h40 (Frei Caneca 3).

Tubarão
'Tubarão': sucesso de Spielberg em cópia restaurada (Foto: Divulgação)

TUBARÃO: As filmagens foram tumultuadas, mas foi com estenervoso suspense que Steven Spielberg bateu seuprimeiro recorde de bilheteria em 1975. Em cópiarestaurada, a fita traz Robert Shaw, Roy Scheider eRichard Dreyfuss (foto) à caça de um tubarão.Spielberg não foi indicado ao Oscar, porém o filmefaturou três estatuetas: melhor som, montagem etrilha sonora. Segunda (22), 21h30 (Frei Caneca 1);quarta (24), 21h (Granja Viana Cinespaço 1); quinta(25), 21h (Metrô Santa Cruz 2); sexta (26), 21h10(Cidade Jardim 6); domingo (28), 14h (CineSesc).

36ª Mostra Internacional de Cinema. De segunda a quinta,os ingressos custam R$ 15,00; de sexta a domingo, R$ 19,00. A permanente integral, que dá acesso a todas as sessões e está sendo vendida no Conjunto Nacional (☎ 3284-5422), sai por R$ 410,00; para assistir somente às sessões vesperais (até 17h55), de segunda a sexta, o preço cai para R$ 95,00. Há pacotes com quarenta ingressos de livre escolha por R$ 300,00. No Cine Olido, a entrada custa R$ 1,00. Grátis na Faap, no Itaú Cultural, na Matilha Cultural e no vão livre do Masp.

Fonte: VEJA SÃO PAULO