Programe-se

Destaques de sábado (20) na Mostra Internacional de Cinema

Longas de Andrei Tarkóvski, Marcelo Gomes e Kléber Mendonça Filho estão entre as pedidas para hoje

Por: Tiago Faria - Atualizado em

Imperdoável
O drama 'Imperdoável', do diretor francês André Téchiné (Foto: Divulgação)

Veja dez boas opções para o segundo dia de Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e clique aqui para conferir a programação completa:

A BOA DO DIA:

O SOM AO REDOR (idem, 131min), de Kleber Mendonça Filho. Premiado nos festivais de Roterdão e Gramado, onde venceu o Kikito de melhor direção, o primeiro longa de ficção do diretor e crítico de cinema coleciona críticas elogiosas. No roteiro, uma rua de classe média no Recife tem sua rotina alterada quando milicianos passam a oferecer segurança aos moradores. Espaço Itaú – Frei Caneca 2, 20h50

FIQUE DE OLHO:

POR ENQUANTO (Meanwhile, 62min), de Hal Hartley. Cultuado nos anos 90 por longas como Confiança (1990) e Simples Desejo (1992), o diretor americano retorna com um média-metragem sobre um homem que, apesar de talentoso em muitas áreas, não consegue fazer sucesso. Espaço Itaú – Frei Caneca 6, 18h10

Era uma Vez Eu, Verônica
'Era uma vez eu, Verônica', de Marcelo Gomes (Foto: Divulgação)

ERA UMA VEZ EU, VERÔNICA (idem, 91min), de Marcelo Gomes. Vencedor do prêmio de melhor filme de ficção no Festival de Brasília deste ano, o novo drama do diretor de Cinema, Aspirinas e Urubus (2005) flagra um período decisivo na vida de uma médica recém-formada, papel de Hermila Guedes, de O Céu de Suely. Cinemateca – Sala BNDES, 21h

STALKER (idem, 163min), de Andrei Tarkóvski. Uma das criações mais enigmáticas do diretor russo, homenageado este ano na Mostra, a ficção científica de 1979 cria uma atmosfera lamacenta para narrar a viagem de dois homens a uma área conhecida como A Zona, onde as leias da Física não são válidas. Cinemateca – Sala Petrobras, 16h

Lado a Lado
O documentário 'Lado a Lado': cinema em questão (Foto: Divulgação)

LADO A LADO (Side by Side, 99min), de Chris Kenneally. Filme em película ou digital? Produzido pelo ator Keanu Reeves (na foto com o diretor Martin Scorsese), o documentário investiga quais asvantagens dos dois tipos de realização. Para falar do assunto, que aponta para um futuro sem celuloide, há depoimentos de cineastas como James Cameron e David Fincher. Cine Livraria Cultura 2, 15h40

QUANDO VI VOCÊ (When I Saw You, 94min), de Annemarie Jacir. O representante palestino na disputa por uma vaga na disputa pelo Oscar de produção estrangeira, o drama trata das dificuldades de refugiados que saem da Jordânia rumo à Palestina. Espaço Itaú – Augusta 3, 16h

IMPERDOÁVEL (Impardonnables, 113min), de André Téchiné. Disposto a ficar sozinho em Venezapara escrever seu novo livro,o sexagenário Francis (André Dussollier) desiste do plano quando, na cidade italiana, se apaixona pela bela ex-modelo Judith (Carole Bouquet), que agora trabalha como corretora de imóveis. Após se mudar com a amada para uma ilha, o protagonista fica obcecado em saber por onde ela anda todos os dias. Quem dirige é o francês André Téchiné, de Minha Estação Preferida (1993). Cinesesc, 15h50

Tiro na Cabeça
'Tiro na Cabeça': Oscar na mira (Foto: Divulgação)

TIRO NA CABEÇA (Headshot, 105min), de Pen-ek Ratanaruang. O diretor tailandês de Ondas Invisíveis (2006) já comprovou ser capaz de filmar tramas insólitas com um olhar todo particular. No caso, o protagonista é um assassino de aluguel que, ao acordar de um coma de dois meses, passa a encarar a vida de outra maneira. Matilha Cultural, 14h

COLEGAS (idem, 80min), de Marcelo Galvão. Ganhador do Kikito de melhor filme na edição deste ano do Festival de Gramado, trata-se de um road movie sobre a viagem de três amigos com síndrome de down. Cinespaço Granja Vianna, 21h

CORONEL BLIMP - VIDA E MORTE (Life and Death of Colonel Blimp, 163min), de Michael Powell e Emeric Pressburger. Um dos filmes mais importantes do cinema ingles sera exibido em cópia restaurada pela Academy Film Archive, em associação com a BFI National Archive. CineSesc, 23h

Fonte: VEJA SÃO PAULO