DA PÁGINA PARA A TELA

Mostra argentina discute as relações entre cinema e literatura

Ciclo de filmes faz panorama da produção do país com títulos contemporâneos, clássicos e documentários

Por: Redação VEJINHA.COM

Cena do filme Las Viudas de Los Jueves
"Las Viudas de Los Jueves": sátira social dirigida por Marcelo Piñeyro, de "Plata Quemada" e "Kamachatka" (Foto: Reprodução)

A partir desta quarta (29), o Centro Cultural Banco do Brasil exibe quinze longas-metragens argentinos que propõem discussões sobre um tema universal: as relações entre filmes e obras literárias.

+ Os melhores filmes em cartaz; salas e horários

A programação da mostra “Antologia Visual da Argentina: Cinema e Literatura” divide-se em três seções: clássicos, produções contemporâneas e documentários sobre quatro escritores (Julio Cortázar, Jorge Luis Borges, Manuel Puig e Ernesto Sábato). A entrada é grátis.

Entre os títulos mais recentes, os mais curiosos são a sátira de humor negro “Las Viudas de los Jueves” (2009), assinada por Marcelo Piñeyro (de “Plata Quemada”), e o drama “Mentiras Piadosas” (2008), de Diego Sabanés. No primeiro, adaptado do romance homônimo de Claudia Piñeiro, um crime abala a rotina de um condomínio fechado, onde tudo aparenta ser perfeito. Já o segundo, escrito a partir de contos de Julio Cortázar, narra a história de uma família em crise após o desaparecimento de um de seus integrantes.

Na seleção de clássicos, o de maior prestígio é “Rosaura a Las Diez”, de 1958. Na versão para o romance de Marco Denevi, o diretor Mauro Soficci usa vários pontos de vista para retratar um crime. Veja o serviço completo da mostra, que segue até o dia 2 de setembro.

Fonte: VEJA SÃO PAULO