Mistérios da Cidade

Morre Rahyja Calixto Afrang, dona da Le Lis Blanc

Por: Edison Veiga [Filipe Vilicic e Maria Paola de Salvo] - Atualizado em

Quando era universitária, a paulistana Rahyja Calixto Afrange ganhava a vida como sacoleira, comprando e revendendo roupas de saldões. Sua sorte mudou em 1988, ano em que inaugurou, em sociedade com a ex-balconista Traudi Guida, a primeira Le Lis Blanc, no Shopping Iguatemi. Hoje com trinta lojas espalhadas pelo Brasil, quatro delas em São Paulo, a grife feminina tornou-se um fenômeno de vendas. Responsável pela área administrativa da marca, Rahyja – como sua sócia, uma mulher discreta, avessa a publicidade, obcecada pelo trabalho e mãe de dois filhos – morreu de câncer, aos 48 anos, na Quarta-Feira de Cinzas, dia em que todas as suas lojas permaneceram fechadas.

Fonte: VEJA SÃO PAULO