Justiça

Morador flagrou vizinho despejando produto químico em seu carro

Reinaldo de Alcântara exigiu que o condomínio instalasse uma câmera em frente a sua vaga para descobrir quem riscava seu jipe

Por: Daniel Salles - Atualizado em

Reinaldo de Alcântara_2162
Empresário Reinaldo de Alcântara comprou um jipe Cherokee no mês passado (Foto: Veja São Paulo)

No mês passado, o empresário Reinaldo de Alcântara comprou um jipe Cherokee. Estacionou-o no edifício em que mora há cinco anos, no Mandaqui. Logo no dia seguinte notou que o automóvel havia sido riscado. Na mesma semana constatou novas avarias.

Para desvendar o mistério, exigiu que o condomínio instalasse uma câmera em frente a sua vaga. Na manhã seguinte, a surpresa: as imagens flagravam um morador despejando um produto químico com uma seringa sobre o jipe de Alcântara.

“Ele estava insatisfeito com a administração do condomínio e gostaria que outros moradores partilhassem seu descontentamento”, acredita o empresário, que apresentou queixa-crime contra o vândalo e cogitou processá-lo por danos materiais. O inquérito policial durou apenas uma semana e foi encerrado quando o tal vizinho, acusado de riscar outros quatro carros, ressarciu o prejuízo de Alcântara, de 3 900 reais.

Fonte: VEJA SÃO PAULO