POP UP

Bar temporário funciona em vagão de trem na Mooca

O moderninho BTNK funciona somente aos sábados e até o dia 14 de novembro

Por: Saulo Yassuda

BTNK - vagão
O vagão onde funciona o bar BTNK (Foto: Divulgação)

A Mooca, cada vez mais modernosa, ganhou um bar um tanto diferentão. É o BTNK -- fala-se beatnik --, que funciona apenas aos sábados, das 18h à 1h, dentro de um vagão de trem desativado na Rua Visconde de Parnaíba, 1253. No mesmo complexo, fica o Museu da Imigração e o espaço de festas Nos Trilhos.

+ Mooca ganha casas de pegada descolada

No estilo pop up (com data para terminar), o estabelecimento serve seu último coquetel no dia 14 de novembro -- ou seja, você tem apenas dois meses para conhecê-lo. O lugar foi criado pelo diretor de marketing Marco Assub e pela dupla Mariana Bastos e Ian Haudenschild, da festa Pandora. 

+ 31 coisas que só quem é da Mooca vai entender

O nome BTNK faz referência à geração beat, movimento cultural americano dos anos 1950. É por isso que móveis, livros, telefones e outros objetos que se espalham pelos ambientes são todos das antigas.

BTNK - vagão
O vagão onde funciona o bar BTNK (Foto: Divulgação)

No vagão, o clima é mais tranquilo, com mesinhas e tal, onde se pode provar comes da Z Deli Sandwich Shop, vencedora do prêmio VEJA COMER & BEBER. Há duas versões de hambúrguer: o joint (R$ 20,00; queijo cheddar, salada e maionese com picles) e o luger (R$ 25,00; bacon, cebola e maionese de maple). As fritas temperadas com alecrim e páprica saem por R$ 10,00.

BTNK - ambiente
Ambiente do bar BTNK (Foto: Divulgação)

Na parte de fora, que é coberta, DJs e uma banda transformam o programa em baladinha. Canções de jazz de décadas passadas em roupagem atual são exibidas pelos músicos. "A gente é da noite, e aideia é funcionar até o último cliente", promete Assub, um dos sócios.

Dois bares expedem cervejas long neck (Heineken, R$ 10,00) e coquetéis como o gim-tônica (R$ 25,00). Chamada de on the road, a mistura de vodca, energético sabor cranberry, limão e xarope de gengibre custa R$ 25,00.

BTNK - Ian Haudenschild, Marco Assub e Mariana Bastos
O trio de sócios: Ian Haudenschild, Marco Assub e Mariana Bastos (Foto: Divulgação)

 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO