Teatro

Quatro montagens memoráveis de 'Hamlet'

Sergio Cardoso interpretou com primor o filho perturbado do rei da Dinamarca em 1948

Por: Redação VEJASAOPAULO.COM - Atualizado em

Sergio Cardoso em Hamlet, 1948
O Ator Sergio Cardoso encenou Hamlet em 1948 (Foto: Autor desconhecido)

O ator Sergio Cardoso fez história ao encenar Hamlet em 1948, no extinto Teatro Fênix, no Rio de Janeiro. Tanto crítica quanto público ficaram impressionados com a interpretação, considerada inovadora, do ator ao compor o dramático personagem. Enquanto Rei Lear, igualmente de Shakespeare, pede a encenação de um ator maduro, em Hamlet é preciso ser jovem - e, claro, ter muito talento para transmitir a lucidez e a loucura do príncipe da Dinamarca. Hamlet de Sergio Cardoso tinha tudo isso.

Walmor Chagas, morto recentemente, também interpretou o perturbado filho do rei da Dinamarca, pouco tempo depois da morte de sua então mulher Cacilda Becker. O resultado é vigoroso, muito pelo luto pelo qual o ator estava sofrendo.

Walmor Chagas em Hamlet, em 1969
Walmor Chagas encenou 'Hamlet' pouco tempo depois de sua mulher, Cacilda Becker, morrer (Foto: Fredi Kleeman)

Em 2008, Wagner Moura impressiona no papel de 'Hamlet'. Seu personagem, um tanto quanto debochado, ganhou força na montagem dirigida por Aderbal Freire Filho. Além de atuar, ele também adaptou e produziu o espetáculo.

Hamlet, de Wagner Moura
Wagner Moura: um Hamlet debochado (Foto: Divulgação)

Atualmente em cartaz, Thiago Lacerda, galã da TV, surpreende a todos em uma atuação marcante, numa produção igualmente atual, que intercala momentos leves com a história pesada do príncipe que deseja se vingar da morte do pai.

Hamlet com Thiago Lacerda
Thiago Lacerda alterna momentos de leveza com o desejo de vingança (Foto: João Caldas)

Fonte: VEJA SÃO PAULO