Mistério

Mônica que estava desaparecida é encontrada em Guarulhos

Filha de Mauricio de Sousa foi até a delegacia para reencontrar a escultura

Por: Redação VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Na Avenida Monteiro Lobato, em Guarulhos, um reencontro inesperado aconteceu nesta quinta-feira (14). Mônica de Sousa, filha do cartunista Mauricio de Sousa, viu novamente a escultura de 1,60 metro da personagem inspirada nela mesma e que foi roubada da Rua Oscar Freire, nos Jardins.

"Recebi uma ligação do meu pai avisando que a Mônica tinha sido encontrada. Foi uma felicidade geral", conta. A vontade de rever sua correspondente era tanta que Mônica foi até a delegacia na grande São Paulo com uma equipe para garantir que estava tudo bem. "Vamos ver se ela não foi danificada e depois ela voltará para a rua."

+ 'Sequestro' de escultura da Mônica intriga frequentadores da Oscar Freire

A empresária contou que não esperava a comoção - da imprensa e das redes sociais- com o sumiço da escultura. "Muita gente se solidarizou comigo. Uma vizinha me disse com preocupação: 'você foi roubada'. Era como se eu tivesse sido sequestrada." Mônica também ouviu muitas piadas sobre o caso. "Teve gente dizendo também que tinha sido o Cebolinha."

Na última semana, apesar da falta de notícias sobre o paradeiro da escultura feita pelo artista Lobo, tanto Mauricio de Sousa quanto a filha tinham certeza de que ela seria encontrada. "As histórias em quadrinhos sempre têm final feliz. Nesse caso não seria diferente."

Caso

Segundo a Polícia Militar, uma pessoa ligou avisando que a escultura que antes estava na frente do restaurante Frevo se encontrava na Avenida Dona Rosa Maria de Conceição Barbosa. A PM constatou que de fato se tratava da boneca "sequestrada". A Avenida fica em um bairro residencial e de alto padrão em Guarulhos, o Residencial Mazzei. A Mônica foi encontrada em um ponto onde não há casas ou construções, nas proximidades de um córrego que passa pela região. Neste ponto, não há câmeras de vigilância ou um fluxo contante de pedestres.

A estátua pintada pelo artista plástico Lobo faz parte da exposição Mônica Parade, que tem cinquenta imagens da personagem espelhadas pela cidade.Depois de passar pela vistoria a escultura deve voltar para outro ponto da cidade, não mais para a Rua Oscar Freire.

Segundo a assessoria de imprensa da exposição, a falta da peça foi dada pelos funcionários responsáveis pela manutenção. Algumas bonecas também foram pichadas, entre elas a assinada pelo próprio Mauricio de Sousa, instalada na Avenida Paulista. Entretanto, todas já foram limpas.

Fonte: VEJA SÃO PAULO