Baladas

Moema, o bairro do pecado e do barulho

Casas noturnas, incluindo clubes de swing, estão tirando o sono de moradores da região

Por: Renan França - Atualizado em

O bairro  de Moema, um dos mais valorizados da capital, tem grandes atrativos, a exemplo do Shopping Ibirapuera, o mais antigo de São Paulo, um comércio de rua variado e muitos bons bares e restaurantes. Nos últimos tempos, virou também point de casas noturnas, movimento que se transformou em um grande transtorno aos moradores da região. Barulho na madrugada, trânsito e prostituição nas ruas são alguns dos problemas relatados por quem vive nas redondezas. Os clubes de swing representam um dos principais focos de dor de cabeça. Oito das dezoito boates de São Paulo para encontros de casais funcionam no pedaço. A confusão começa por volta das 22h, momento em que os frequentadores começam a lotar esses endereços.

 

O imbróglio mais recente envolve a Asha Vogue, antigo Vogue Club, estabelecimento de swing localizado no número 566 da Rua Carinás. O local é alvo de constantes reclamações dos moradores em relação ao barulho de clientes que causam arruaça durante a madrugada. Em abril deste ano, a subprefeitura da Vila Mariana, responsável pela região, processou os donos do negócio, que não tinham licença para funcionamento. A ação provocou a interdição na casa. Mas ela voltou a funcionar em seguida. “Uma semana depois ela já estava novamente com as portas abertas”, reclama José Roosevelt Junior, presidente da Associação dos Moradores de Moema. Procurados pela reportagem de VEJA SÃO PAULO, os proprietários da Asha Vogue disseram que não há mais irregularidades, pois a multa foi paga e o alvará de funcionamento encontra-se em fase de análise. O lugar não é o único que provoca incômodo. Como existem outros clubes na mesma via, várias prostitutas fazem ponto na rua à espera de clientes para entrar nas boates.  

Além das casas de swing, o bairro abriga também casas frequentadas por garotas de programas, como o Zeus Bar Show e o Bahamas, do empresário Oscar Maroni. Este último, localizada na Rua dos Chanés, tem quase como vizinho a Cel Center, uma das quatro casas de massagem que funcionam oficialmente em Moema (na Rua Miruna, há duas clínicas que servem de fachada para negócios semelhantes). Mais recentemente, abriu nas redondezas, na Rua Arapanés, o The Secret's Club. Quem passa pelo lugar pode facilmente confundir a fachada com a de uma churrascaria. Na verdade, o ponto oferece shows eróticos de homens para a clientela feminina. No ponto alto da noite, ocorrem leilões desses dançarinos e as vencedoras pagam até 150 reais para ficarem a só com eles dentro de uma cabine por alguns minutos.

Fonte: VEJA SÃO PAULO