Restaurante

Mocotó vai ganhar pracinha de espera, padaria e mirante

Inspirado na Rua Amauri, projeto da Pracinha Mocotó deve sair ainda este ano

Por: Nataly Costa - Atualizado em

Pracinha Mocotó
Como vai ficar o novo espaço do restaurante (Foto: LAB Arquitetos)

Famoso tanto pela boa comida quanto pelas longas filas, o Mocotó tornará mais confortável a espera de até três horas pelos deliciosos escondidinhos do chef Rodrigo Oliveira. Ainda este ano, o restaurante mais badalado da Zona Norte terá um anexo, batizado de Pracinha Mocotó. "Já tínhamos o espaço e queríamos utilizá-lo melhor para acomodar as pessoas. Minha inspiração foi a a pracinha da Rua Amauri, no Itaim Bibi", conta Oliveira.

+ Vídeo: medeiros connection, drinque do Esquina Mocotó

No local, os clientes vão poder tomar drinques enquanto esperam e pedir a inevitável porção de dadinho de tapioca em um espaço mais agradável. Hoje, quem está na fila se aglomera no balcão, que já ficou apertado para tanta gente, e em banquinhos na calçada. 

O chef e proprietário do restaurante encomendou o projeto à LAB Arquitetos, o mesmo escritório responsável pela ampliação do Mocotó entre 2011 e 2012 e pelo Esquina Mocotó, inaugurado em 2013. O layout está pronto e as obras começam nos próximos dias. 

Em uma segunda fase do projeto, Oliveira pretende ainda ampliar o Mocotó para cima e para baixo. "Temos uma fabricação artesanal de pães com fermentação natural. Vamos montar uma pequena padaria no subsolo, para abastecer nossa cozinha mesmo." 

Quem já foi ao restaurante, no bairro da Vila Medeiros, percebeu que o lugar fica em uma parte alta da cidade e propicia uma bela vista de São Paulo. Oliveira também quer explorar a localização. "Temos uma visão de 180 graus da Serra da Cantareira, é demais. Pensamos em fazer uma estrutura de um mirante, com jardim e tudo." 

Pracinha Mocotó (2)
Projeto é do mesmo escritório que fez a reforma de ampliação do restaurante e o Esquina Mocotó (Foto: LAB Arquitetos)

 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO