Arte

Exposição no MIS tem fotografias táteis e música clássica ao vivo

Mostra para deficientes visuais tem série de fotos do tenor Andrea Bocelli que pode ser sentida na ponta dos dedos

Por: Julia Flamingo

Andrea Bocelli e filho_Gabriel Bonfim
Andrea Bocelli e seu filho: fotos de bastidores em turnê (Foto: Gabriel Bonfim)

Quando o fotógrafo brasileiro Gabriel Bonfim se mudou para a Suíça, ele teve a oportunidade de fotografar os bastidores de Andrea Bocelli numa turnê pela Turquia. As imagens de toda a família reunida do cantor poderiam ser vistos por todos, menos pelo próprio tenor. Bonfim investiu, então, numa pesquisa que desenvolveu uma técnica de impressão em 3D que permitisse aos deficientes visuais conseguirem "ler" a foto com o tato.

Exposição Gabriel Bonfim
Técnica de impressão em 3D permite a leitura na ponta dos dedos (Foto: Gabriel Bonfim)

Doze fotografias da turnê podem ser vistas e sentidas no MIS até o próximo dia 22. A mostra De Fotografia à Tactography - nome dado por Bonfim à nova técnica, criada em parceria com uma empresa alemã - também traz um conjunto de trabalhos táteis do jovem bailarino catarinense Denis Vieira, integrante do Ballet da Ópera de Zurique.

+ MIS abre venda antecipada de ingressos para exposição de Silvio Santos

Exosição Gabriel Bonfim
Em todo o período expositivo haverá apresentação de música clássica ao vivo (Foto: Felipe Panfilli)

Por ali, não apenas o tato é privilegiado: para os ouvidos, há música clássica ao vivo, com um pianista que toca o repertório de Bocelli durante todo o período expositivo.

Fonte: VEJA SÃO PAULO