CIDADES

Minhocão perde nome de militar e passa a ser Elevado João Goulart

Mudança faz parte do programa Ruas de Memória, que pretende alterar o nome de mais de 40 ruas, pontes, praças e viadutos da capital

Por: Estadão Conteúdo

Grafites laterias de prédios
Minhocão: batizado em homenagem ao Marechal Arthur da Costa e Silva (Foto: Rodrigo Dionisio)

Antes Elevado Costa e Silva, o Minhocão agora se chama Presidente João Goulart. A mudança foi sancionada nesta segunda (25), pelo prefeito Fernando Haddad (PT) e faz parte do programa Ruas de Memória, que pretende alterar o nome de mais de 40 ruas, pontes, praças e viadutos de São Paulo relacionados à ditadura militar (1964-1985). Outra avenida no Grajaú, no extremo da zona sul, também teve a mudança decretada.

+ Últimas notícias: fique por dentro do que acontece na cidade

No seu discurso, o prefeito de São Paulo afirmou que o programa "tem uma razão de ser muito oportuna nos tempos atuais". Ao comentar a mudança para Elevado João Goulart, presidente deposto pelo golpe de 1964, Haddad deixou implícita uma crítica ao afastamento da presidente Dilma. "Nada mais importante, nos dias de hoje, do que lembrar a figura de alguém que estava legitimamente no exercício dos seus direitos como vice-presidente eleito e empossado como presidente", disse.

+ A virada do Minhocão

O Minhocão era batizado em homenagem ao Marechal Arthur da Costa e Silva, presidente de 1967 a 1969, período conhecido como "anos de chumbo", por causa do AI-5, o mais radical dos atos institucionais. Já o outro local com nome alterado foi a Avenida General Golbery do Couto e Silva, que chefiou o Serviço Nacional de Informações (SNI). Ela passa a se chamar Avenida Giuseppe Benito Pegoraro, padre que atuou no Grajaú.

Fonte: VEJA SÃO PAULO