Esportes

“É preciso ter polêmicas no futebol”, diz Milton Neves

Apresentador fala sobre debate com o técnico do Corinthians e afirma: “Agito mesmo e sou bom no que faço”

Por: Fábio Lemos Lopes - Atualizado em

Milton Neves
Milton Neves: apresentador afirma que debate com Tite foi em "alto nível" (Foto: Divulgação/Band)

Apresentador do programa Terceiro Tempo, da Band, o jornalista Milton Neves se transformou em protagonista de uma polêmica no último domingo (16), após escutar ao vivo o desabafo do técnico Tite, do Corinthians. “Fiquei muito chateado contigo, Milton. Têm erros que são a favor e outros que são contra, mas ‘apito amigo’ não tem”, reclamou o treinador.

Surpreso com a repercussão? Milton Neves afirma que não. Muito pelo contrário. “Fiquei feliz”. Confirma a entrevista com o apresentador, criador do termo “apito amigo”:

Você esperava a atitude do Tite?

O Tite é um grande amigo, um homem muito educado. Não teve confusão. Eu respeito muito ele. O debate foi em alto nível. Gostaria de todo o domingo ter um caso assim no programa. O futebol anda muito chato, as coletivas são muito chatas. É preciso ter polêmicas.

+ Xuxa aumenta audiência da Record em 75%

Como você viu a repercussão do caso?

Fiquei feliz. Muitos colegas de profissão se incomodam quando eu me transformo em protagonista. Na segunda (17), todos os programas esportivos falaram do caso. Alguns não têm criatividade e me atacam. Não sou de mesmice e esse meu jeito deu certo. Agito mesmo e sou bom no que faço.

Quando você começou a falar a expressão “apito amigo”?

Criei o “apito amigo” do Corinthians em 2001, na Record. O termo já está consagrado na literatura do futebol. Até o Tiago Leifert usou na Rede Globo.

+ “Caio Castro foi um verdadeiro príncipe”, diz pai de menina homenageada

Milton Neves
Em 2001: Milton Neves segura o “apito amigo” do Corinthians (Foto: Reprodução Instagram)

Você é realmente contra o Corinthians ou as críticas são para criar polêmica?

Eu tenho uma tática desde a época do programa Super Técnico. Em cada capital eu adoto um time grande e sou contra o outro. Só no Rio de Janeiro que eu sou contra todos. Em São Paulo, é o Corinthians entre aspas, claro. Afinal, é o maior de todos. Adianta escolher a Portuguesa ou o Juventus? Isso vai provocar polêmica? Claro que não! Só mesmo o Corinthians.

Mas os corintianos entendem dessa forma? Você já recebeu alguma ameaça?

Acredito que 98% dos torcedores entendem. Nunca tive problemas. É futebol e a brincadeira faz parte.

+ Confira as principais notícias da cidade

Na sua opinião, o Corinthians é realmente o time mais favorecido pela a arbitragem?

Claro! E em segundo lugar está o Flamengo. Se o Sérgio Moro (juiz federal) decidir fazer uma Operação Lava-Jato do “apito amigo”, com ou sem delação premiada, o Corinthians precisará devolver 53,27% dos títulos que ganhou desde 1910.

Fonte: VEJA SÃO PAULO