Crianças

“Meu Pai É um Homem-Pássaro” fala de um sujeito que queria voar

História interpretada pela Cia. Simples acerta com elenco talentoso e enredo cativante

Por: Tatiane Rosset - Atualizado em

Meu Pai É um Homem-Pássaro
Luciana Paes, Daniela Duarte, Flavia Melman e Otávio Dantas: elenco de 'Meu Pai é um Homem-Pássaro' (Foto: Divulgação)

Voar sempre foi um dos grandes desejos do homem. Na mitologia grega, Ícaro alimentava esse sonho. Na peça Meu Pai É um Homem-Pássaro, dirigida por Cristiane Paoli Quito, Jack (Otávio Dantas) mostra-se igualmente fascinado por essa ideia. Mas ele possui outra grande preocupação na vida: fazer com que sua filha Lizzie (Flavia Melman) se orgulhe dele. Para isso, Jack resolve participar de um curioso concurso, no qual pessoas do mundo inteiro se reúnem e tentam alcançar o céu com as mais estranhas geringonças. Cheio de esperança, o protagonista enfrenta o desafio usando apenas asas feitas de barbante e fita adesiva.

+ Na peça "Terramota", menina cria seu próprio país

+ O melhor da semana para as crianças

Baseado no texto do escritor inglês David Almond, o cativante e divertido espetáculo foi criado pela Cia. Simples. É engraçado, por exemplo, o momento da competição das parafernálias voadoras, quando uma animação projetada no fundo do palco acompanha cada passo dos participantes até a hora em que eles caem na água. Em outra cena, as crianças da plateia são chamadas para interpretar passarinhos e formar um ninho com pai e filha — a participação do público não interfere no andamento do espetáculo.

Talentoso, o elenco conta ainda com Luciana Paes, em dois hilariantes papéis, e Daniela Duarte, como a tia Doreen. Em um cenário simples, a montagem traz músicas ao vivo, tocadas por Natalia Mallo e Ramiro Murilo.

AVALIAÇÃO ✪✪✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO