TRANSPORTE

Metrô terá programa de demissão voluntária, diz secretário

Para conter gastos, Secretaria dos Transportes Metropolitano planeja financiar plano de saúde aos que participarem da ação

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Estação Pinheiros metrô
(Foto: Raw Image/Folhapress)

De acordo com o secretário estadual dos Transportes Metropolitanos, o Metrô de São Paulo deve enxugar seu quadro de funcionários oferecendo um Plano de Demissão Voluntária (PDV). Declarou Clodoaldo Pelissioni, responsável pela pasta.

+ Fique de olho nas últimas notícias da cidade

"Estamos chamando funcionários que já querem ir embora, temos funcionários com mais de 70 anos", disse Clodoaldo Pelissioni em entrevista à rádio CBN, nesta terça (12). O secretário contou ainda que deve ser aprovado em breve um "programa de equacoinamento", em que o Metrô pagará três anos de plano de saúde aos funcionários que aceitarem o desligamento.

Pelissioni atribuiu a necessidade das medidas à defasagem no aumento do valor das passagens nos últimos anos. "Tivemos um ano e meio com a mesma tarifa e aumento da tarifa menor do que a inflação. Temos que fazer um plano de ajuste pro metrô se manter", disse. A secretaria não informou o número de funcionários que planeja cortar quais setores sofrerão reajustes.

Fonte: VEJA SÃO PAULO